• DirtAction

Tim Gajser - Treinando em casa



O nosso convidado desta semana é o atual campeão mundial de motocross na categoria MXGP, Tim Gajser. Neste momento de confinamento, ele fala como está sendo sua vida em casa e como está se preparando para o retorno no motocross. Como está o seu treinamento em casa? Tudo está bem normal mesmo. Eu tenho uma academia em casa, então treino normalmente, exceto com a motocicleta. É realmente difícil porque temos que ficar em casa. Eu não uso a moto há mais de duas semanas, então vamos ver. Espero que passemos por este momento difícil em breve e comecemos novamente com as corridas. Todos os dias você treina em casa? Sim, todos os dias, duas vezes por dia, uma vez pela manhã e depois à tarde. Eu mantenho meu plano e, embora precisei me ajustar um pouco, estou tentando treinar da mesma forma que antes. Quero ficar em boa forma porque não sabemos quando começaremos as corridas, mas espero que comecemos em breve. Normalmente, você tem uma data exata em que começa a competir novamente, seja daqui a uma semana ou três meses, sabe o que precisa fazer e quando precisa estar pronto. É difícil treinar sem um objetivo exato? Sim, é difícil, mas é o mesmo para todos. Tento me manter ocupado, treinar duro e estar em boa forma, e isso é importante e é tudo o que posso fazer. Qual a importância da aptidão física? Eu acho que estar fisicamente apto é a coisa mais importante. Se você não estiver em boa forma, não poderá segurar a moto porque ela é grande e poderosa; portanto, você deve lidar com isso e andar de moto por 35 minutos. É realmente importante ter uma ótima preparação antes da temporada e mesmo durante a temporada para continuar trabalhando duro para manter a condição que você construiu no início da temporada. Então, sim, é muito, muito importante. Qual era a sua agenda semanal? Basicamente, antes do Covid-19, minha agenda para a semana era treianr muito com a motocicleta. Eu também vou na academia. Eu treinava duas vezes por semana na moto, terça e quinta, geralmente, na sexta-feira, estamos viajando para as corridas. É claro que passamos o fim de semana no sábado e domingo acelerando a moto, então basicamente quatro dias na moto e depois nos outros dias eu corro, ando de bicicleta, ou remo, ou na academia. Uma sessão pela manhã, uma sessão pela tarde. É assim que eu mantenho meu corpo em forma. E a recuperação? A recuperação é realmente importante, especialmente para nós. Temos 20 corridas em uma temporada, então quase todo fim de semana estamos correndo, por isso é muito importante depois da corrida de domingo, ter uma boa recuperação na segunda-feira. Você precisa estar em forma para o próximo fim de semana, para recarregar as baterias da corrida, porque está cansado e vazio após o GP, por isso precisa ter certeza de estar preparado para a nova semana e o novo fim de semana . Também é importante ouvir o seu corpo. Às vezes, seu corpo está cansado e é melhor tirar um pouco de folga do que ir treinar, porque quando você está cansado, você não faz o treinamento correto e isso não é bom. Se você treina demais ou treina demais o seu corpo, isso não é bom; portanto, você precisa manter o equilíbrio entre treinamento e descanso, e essa é a melhor maneira. Você verifica o seu batimento cardíaco ao treinar? Basicamente, eu tentei neste inverno, tentei andar com a pulseira do monitor de batimentos cardíacos e acho que meu batimento cardíaco médio foi de 178 e o máximo foi de 190. Mas é claro, é diferente para todos, então o meu será diferente do seu . É uma informação útil, mas você realmente não pode compará-la entre uma pessoa e a outra. Você está treinando com a moto em algum lugar agora? No momento, todo mundo sabe que estamos passando por um momento difícil com o vírus, então não é fácil andar de moto. Na fase inicial, tentei andar de moto uma vez por semana, mas com todas as regras que os países fizeram, eles não nos permitem sair demais, por isso é difícil. Então agora eu tento treinar na academia e não na moto. Não é fácil, especialmente para pilotos de motocross e todos os esportistas, porque estamos acostumados a treinar duro e a andar todos os dias na moto. Não é fácil, mas vamos sobreviver e aproveitar ainda mais quando tudo acabar. Você ainda gosta de andar de moto ou é mais como um trabalho? Gosto muito de andar de moto, para mim, isso é o mais importante, amar o que você faz. Caso contrário, se você estiver fazendo algo sem amor, o sucesso não virá. Porque você está lá por causa de outra coisa. Eu realmente amo andar de moto, desde que eu tinha dois anos e meio de idade, e espero que, no futuro, continue amando andar de moto, me divertindo e me divertindo. Temos sorte, porque este é o nosso trabalho e fazemos isso por paixão, pois

REVISTA DIRT ACTION

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram