top of page

FOX Racing - 50 anos


Ricky Johnson


Uma das mais tradicionais marcas de equipamentos do planeta, a FOX comemora 50 anos de existência apoiando pilotos que se tornaram lendas do motocross mundial. No Brasil, a marca se prepara para comemorar essas cinco décadas com novidades.


A Fox Racing abriu o seu negócio em 1974, quando Geoff Fox, professor de física na Universidade de Santa Clara, lançou a Moto-X Fox, um pequeno negócio de distribuição de peças e acessórios europeus de motocross, num edifício de 140 metros quadrados em Campbell, na Califórnia. Em dois anos, a Moto-X Fox fabricava componentes de motor e suspensão de alto rendimento para pilotos que procuravam vantagem na pista. Na primavera de 1977, Geoff Fox, decidido a mostrar ao público americano de motocross que os seus produtos eram superiores aos da concorrência, criou a sua própria equipe profissional de motocross, a privada Moto-X Fox. Os pilotos da equipe se tornaram os melhores pilotos privados nas competições, terminando em quinto, sexto e sétimo lugares no altamente competitivo Campeonato Nacional AMA 125cc.


Nas corridas, os pilotos da Team Moto-X Fox vestiam equipamentos vermelhos, amarelos e laranja brilhantes. Feitos a mão, os vestuários tiveram êxito instantâneo entre os adeptos, e os interessados começaram a contatar a loja Fox, em Campbell, pedindo informações sobre a disponibilidade dos produtos. Ao longo dos anos seguintes, a Fox foi totalmente reorganizada e se tornou num nome de relevo na indústria de vestuário de motocross nos Estados Unidos. 

 

Em 1980, o piloto Mark Barnett, da Fox, venceu o primeiro Campeonato Nacional para a empresa. E dois anos depois, Brad Lackey venceu o primeiro Campeonato Mundial de Motocross da história da Fox (e dos Estados Unidos). Nos vinte anos sucessivos, os pilotos patrocinados pela Fox venceram mais de 40 campeonatos nacionais de motocross e supercross. Em 2006, o piloto Ricky Carmichael, da Fox, venceu o AMA Supercross, enquanto James Stewart, desde sempre piloto da Fox, venceu o Mundial Supercross da FIM (Federação Internacional de Motociclismo).


Através de patrocínios e colaborações estreitas com os melhores pilotos da história da modalidade, como Ricky Carmichael, James Stewart, Damon Bradshaw, Rick Johnson, Mark Barnett, Doug Henry, Jeremy McGrath e Steve Lamson, a Fox Head estudou e desenvolveu vestuário que oferece aos pilotos a máxima proteção, desempenho e liberdade de movimentos. 

 


Mark Barnett/Suzuki

A Fox Head, Inc. tem sede em Irvine, na Califórnia, e escritórios adicionais em Morgan Hill (Califórnia), Calgary (Canadá) e Barcelona (Espanha). Hoje, a marca Fox é uma das marcas de vestuário de motocross mais famosa e vendida em todo o mundo. Permanecendo um negócio familiar, a segunda geração está no comando da empresa. E a família permaneceu fiel ao objetivo original de Geoff Fox: fabricar os melhores produtos de motocross que se pode encontrar.


Ricky Carmichael/Suzuki

FOX NO BRASIL - A marca foi representada durante muitos anos no Brasil pela ASW e em 2019 passou para as mãos da Orange Powersports. 


Felipe Nacif, CEO da empresa, comenta mais sobre a marca: “A Fox Racing, líder global em equipamentos e vestuário de motocross e mountain biking, celebra seu 50º aniversário homenageando a visão da marca: Honrar o ontem, conquistar o hoje, inventar o amanhã. Essa ideia será trazida à vida ao longo de 2024, honrando histórias do passado, conquistando novos lançamentos de produtos e fins de semana de corrida, e continuando a busca por inovações de desempenho que definirão o futuro do vestuário de corrida.


A visão da marca (honrar, conquistar, inventar) é derivada dos princípios fundadores estabelecidos pela família Fox nos primeiros anos da empresa, incluindo uma citação do fundador, Geoff Fox: ‘A mudança é a única constante’. Em 2024, a mudança vem na forma da introdução oficial do novo logotipo, uma evolução do icônico logotipo Fox Head desenhado em 1975.


No mundo atual, onde marcas nascem e morrem muitas vezes em questão de meses, testemunhar uma marca chegar com tanta força a um marco como são os 50 anos, é a prova mais clara que a visão dos fundadores fazia e continua fazendo muito sentido." finalizou Felipe.


Ken Roczen/Suzuki - Foto Guilherme Lima

E a marca continua colecionando títulos com seus pilotos, como o alemão Ken Roczen (Suzuki), campeão Mundial e AMA Supercross e Motocross, e o eslovênio, Tim Gajser (Honda), pentacampeão Mundial de Motocross.



Tim Gajser/Honda

コメント


PRO TORK.jpg
Capa.png
capa_bike_281.png
capa_guia_bike_2024.png
POST REDE SOCIAL.png
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page