Yamaha assume liderança no Sertões 2021


Adrien Metge/Yamaha IMS Racing - Foto: Marcelo Maragni

Domínio azul na etapa do Sertões 2021, disputado nesta terça-feira (17/08), em São Raimundo Nonato (PI). A quarta etapa da 29º edição, em laço, com largada e chegada no mesmo local, mais uma vez teve o francês Adrien Metge da Yamaha IMS Racing como o mais rápido do dia, seguido pelos seus companheiros Ricardo Martins e Túlio Malta, na segunda e terceira posições, respectivamente. Agora com a vitória na etapa,Metge assume a liderança na tabela de classificação, faltando ainda cinco etapas para o final da prova.


Ricardo Martins foi o segundo mais rápido na etapa e agora está a apenas 3min14s do líder na classificação geral. O atual campeão do Sertões tem feito uma corrida consistente, com segurança, e se posicionando sempre no pelotão da frente.


A quarta etapa do Sertões 2021 somou 320 km na região de São Raimundo Nonato. Porém, a especial de 316 km não foi como a planejada por Gregorio Caselani da Honda, líder das motos nos três primeiros dias. “Foi puxado, com trechos de trial e de trilha muito pesados mesmo. Rodei bem a especial inteira, mas infelizmente errei na navegação, o que custou um bom tempo”, explica o gaúcho, campeão de 2016, que passa a ocupar o sétimo lugar da tabela.


A categoria Moto2 teve nova vitória do piloto Tulio Malta, que completou o trecho na terceira colocação na classificação geral. Assim, entra no Top 5 da prova e se aproxima da liderança da categoria, depois de sofrer uma penalização de oito minutos. Malta está a 1min38s do primeiro colocado da categoria Moto2,o piloto da Honda, Bissinho Zavatti, que nesta etapa marcou o segundo lugar.


A vitória na categoria UTV, na especial desta terça-feira, foi da dupla Denísio Nascimento/Idali Bosse, com o tempo de 4h38min28s1. Mas a diferença para os segundos colocados, Rodrigo Varela/Filipe Palmeiro, foi quase inexistente: apenas quatro milésimos de segundo, algo notável se levarmos em consideração que os competidores percorreram centenas de quilômetros em trilhas cheias de obstáculo e de navegação de altíssimo nível. Com o resultado, Varela e Palmeiro garantiram para a equipe Monster Energy Can-Am a liderança da classificação geral da categoria UTV.



Ricardo Varela/FelipePalmeiro- (Victor Eleutério/Fotop

Marcelo Medeiros foi o mais rápido entre os quadriciclos na quarta etapa do 29º Sertões, que aconteceu nesta terça-feira, 17. A bordo de sua Yamaha YFM 700R #100, o maranhense completou os 316 quilômetros da especial “Laço do Vaqueiro”, que circundou a região de São Raimundo Nonato (PI), em 4h46min33seg. O piloto da Taguatur Racing Team abriu quase seis minutos de vantagem na cronometragem total da prova em relação ao segundo colocado.


Nesta quarta-feira os pilotos encaram a primeira perna da Etapa Maratona, onde não é possível receber auxílio externo, somente os próprios pilotos podem dar manutenção em suas motocicletas. Largam de São Raimundo Nonato, no Piauí, com destino a Xique-Xique, na Bahia. Serão cerca de 450 quilômetros de percurso, sendo 328 deles de Especial cronometrada.


Resultado Etapa 4 - Motos

*Resultados extra-oficiais


Geral

1º) Adrien Metge – Yamaha IMS Rally Team– 04h26m59s

2º) Ricardo Martins – Yamaha IMS Rally Team – 04h29m07s

3º) Túlio Malta – Yamaha IMS Rally Team - 04h29m55s

4º) Bissinho Zavatti - Honda - 04h31m06s

5º) Jean Azevedo - Honda – 04h31m13s


Moto1

1º) Adrien Metge – Yamaha IMS Rally Team - 04h26m59s

2º) Jean Azevedo - Honda – 04h31m13s

3º) Ricardo Martins – Yamaha IMS Rally Team – 04h29m07s

4º) Marco Antônio Pereira – 04h50m27s

5º) Fábio Luis Túlio - 05h07m50s


Moto2

1º) Túlio Malta – Yamaha IMS Rally Team - 04h29m55s

2º) Bissinho Zavatti - Honda - 04h31m06s

3º) Vitor Siqueira - 04h32m37s

5º) Guilherme Bissoto – 04h45m44s

3º) Rafael Espíndola - Pro Tork KTM - 04h51m49s


Brasil

1º Tiago Wernersbach- Honda - 04:54:56.2

2º Leonardo Martins - 05:08:56.1

3º Adão Lemos - 05:13:47.6

4º Gabriel Carneiro - 05:36:55.8

5º Bruno Pereira - 05:38:48.7


UTV

1- Denísio Nascimento/Idali Bosse, 4h38min28s1

2- Rodrigo Varela/Filipe Palmeiro, a 0s4

3- Alexandre Miguel/Fausto Mota, a 03s1

4- Otávio Leite/Vladimir Grunenberg, a 12s8

5- Denísio Casarini/Ivo Mayer, a 1min07s0


Classificação Motos – Acumulado

*Resultados extra-oficiais


Geral

1º) Adrien Metge – Yamaha IMS Rally Team – 15h23m22s

2º) Jean Azevedo - Honda – 15h23m59s

3º) Ricardo Martins – Yamaha IMS Rally Team – 15h27m14s

4º) Bissinho Zavatti -Honda - 15h30m56s

5º) Túlio Malta – Yamaha IMS Rally Team - 15h32m35s


Moto1

1º) Adrien Metge – Yamaha IMS Rally Team – 15h23m22s

2º) Jean Azevedo – Honda - 15h23m59s

3º) Ricardo Martins – Yamaha IMS Rally Team – 15h27m14s

4º) Gregório Caselani - Honda - 15h59m49s

5º) Marco Antônio Pereira – 16h23m27s


Moto2

1º) Bissinho Zavatti - 15h30m56s

2º) Túlio Malta – Yamaha IMS Rally Team - 15h32m35s

3º) Vitor Siqueira - 15h43m01s

4º) Guilherme Bissoto – 16h25m45s

5º) Rafael Espíndola - Pro Tork KTM - 16h42m07s


Brasil

1º Tiago Wernersbach - Honda - 16:22:18.0

2º Leonardo Martins – 17:53:26.6

3º Adão Lemos - 18:07:23.4

4º Gabriel Carneiro - 19:07:54.6

5º Bruno Pereira - 22:10:11.3


UTV

1- Rodrigo Varela/Filipe Palmeiro, 15h31min48s

2- Denísio Casarini/Ivo Mayer, a 2min23s00

3- Tomas Luza/Ana Paula Franciosi, a 05min22s40

4- Gabriel Cestari/Jhonatan Ardigo, a 05min53s00

5- André Hort/Matheus Mazzei, a 06min47s00


Confira o roteiro completo do Sertões 2021 18/08/2021 - quarta-feira 5ª etapa - São Raimundo Nonato (PI) a Xique-Xique (BA) - Maratona Deslocamento inicial: 13,77 km Trecho especial: 328,75 km Deslocamento final: 99,75 km Total: 442,28 km A primeira parte da maratona, embora em uma região já conhecida, será a melhor e ao mesmo tempo mais dura especial do ano do rally. A organização preparou o inédito trecho de 220 quilômetros ininterruptos de areia, além de passagem por todos os brejos (vilas) da região. Haverá travessia de balsa e os pilotos seguirão agrupados. O Sertões passou na região em 2012. Os apoios seguem direto para Petrolina (PE). 19/08/2021 - quinta-feira 6ª etapa - Xique Xique (BA) a Petrolina (PE) - Maratona Deslocamento inicial: 0 km Trecho especial: 328,35 km Deslocamento final: 147,89 km Total: 476,25 km Para a segunda parte da maratona, o rally terá uma especial dura, com muita navegação e piçarra. Haverá pouca areia nesse dia, mas a técnica, concentração e equipamento serão essenciais. Todo o cuidado e atenção é pouco em mais uma especial inédita. 20/08/2021 - sexta-feira 7ª etapa - Petrolina (PE) a Delmiro Gouveia (AL) Deslocamento inicial: 138,84 km Trecho especial: 239,98 km Deslocamento final: 62,29 km Total: 441,12 km A sétima etapa terá uma especial mais completa, em local inédito para os participantes. Eles vão andar às margens do Rio São Francisco e o dia será dividido em três partes. A primeira, com trecho bem técnico em um terreno duro e apertado em estradas pequenas e passagem por rios que vão estar secos. A segunda parte vai andar em um local mais rápido e estrada de piçarra. Já a terceira parte entra em um trecho de areia que fica mais duro. Será areia pesada até o final. 21/08/2021 - sábado 8ª etapa – Delmiro Gouveia (AL) a Arapiraca (AL) Deslocamento inicial: 9,14 km Trecho especial: 152,28 km Deslocamento final: 87,04 km Total: 248,47 km A prova segue acompanhando o Rio São Francisco, com mais uma especial inédita, técnica e dura. Começa com trechos sinuosos, algumas passagens por vilas e zonas de radar. Os competidores vão andar em trechos do estado de Alagoas. O piso muda radicalmente de piçarra para areia, para alguns trechos de trial, com pedras grandes, e termina em estradinhas de fazenda mais rápidas. 22/08/2021 - domingo 9ª etapa - Arapiraca (AL) a Tamandaré (PE) Deslocamento inicial: 193,47 km Trecho especial: 132,47 km Deslocamento final: 18,05 km Total: 344 km O último dia do Sertões 2021 foi pensado para todos no rally. Não só para os competidores, mas para toda a equipe que terá tempo de chegar à base final para comemorar o fim da disputa. Apesar de curto, o trecho exigirá navegação e muita atenção. Não terá areia, mas a especial apresenta piçarras, pedras e subidas e descidas de serras, além de um trecho de canavial. O visual promete ser bonito. TOTAL DO PERCURSO: 3.615,67 km TOTAL DE ESPECIAIS: 2.202,37 km


* O roteiro é fornecido pela organização do evento e está sujeito a alterações






























PRO TORK.jpg
capa_dirt_321_jun22.png
capa_moto_178_jun22.png
capa_guiamoto_jan21.png
capa_bike_261_mai22.png
capa_bike_GUIA22.png
new classic (227 px × 227 px).jpg
unnamed.gif
BANNER VEDAMOTORS 321.jpg