top of page

Tudo pronto para o Motocross das Nações 2023!


Crédtio mxgp.com

O Monster Energy Motocross das Nações 2023 está marcado para acontecer em Ernée (França) neste próximo final de semana, nos dias 6-7-8 de outubro e a emoção está aumentando entre pilotos, equipes e todos os fãs de motocross ao redor do mundo no que será um evento excepcional.


Ernée é conhecida por sua multidão apaixonada e eletrizante, e o circuito Raymond Demy tem uma rica história de sediar eventos de motocross de prestígio, incluindo corridas memoráveis de Motocross das Nações em 2005 e 2015. O início icônico do circuito, cercado por uma parede de espectadores entusiasmados, é simplesmente impressionante, enquanto a atmosfera de Ernée é reconhecida, caracterizada por fãs lotados cercando a pista, criando uma atmosfera eletrizante e lendária.


Espera-se que o evento atraia uma multidão maciça, e os fãs apaixonados serão uma força motriz por trás das performances das equipes, garantindo um show off-road espetacular.


Nas últimas três edições do evento, as nações da casa conquistaram a vitória com a equipe da Holanda alcançando um domínio histórico em Assen em 2019, garantindo sua primeira vitória no evento. Em 2021, o Time Itália com a lenda Antonio Cairoli saiu vitorioso em Mantova após uma batalha muito disputada, conquistando a vitória pela margem mais estreita. Finalmente, em 2022, a Team USA encerrou uma seca de vitórias de 11 anos na competição de forma impressionante, vencendo em sua casa em RedBud em meio a uma atmosfera sensacional.


Neste fim de semana, o Team USA é o atual campeão e historicamente o melhor país da competição com 23 títulos. Sua formação será Aaron Plessinger, R.J Hampshire e Christian Craig, e vai querer ganhar o primeiro Troféu Chamberlain pelo Team USA na Europa desde 2011.


A seleção francesa será a equipa da casa e uma das favoritas com Romain Febvre, Maxime Renaux e Tom Vialle. Os três foram Campeões do Mundo de Motocross e Febvre está na melhor forma de sua carreira no momento e adora essa pista, já que foi um extravagante campeão individual do Open no MXoN de 2015 em Ernee. Vialle passou seu ano nos Estados Unidos, ganhando muita experiência. Renaux perdeu a última etapa do MXGP na Grã-Bretanha, mas agora está com força total e a equipe trabalhará duro para garantir que o astro francês esteja de volta ao seu melhor para o MXoN.


Team Australia – Um dos grandes favoritos com os irmãos Lawrence, que têm sido incrivelmente bem-sucedidos nesta temporada nos Estados Unidos. Jett Lawrence ostenta um recorde perfeito de 22 vitórias em 22 corridas nesta temporada nos EUA e foi campeão individual do Open no ano passado no MXoN em RedBud. Seu irmão Hunter venceu o Pro Motocross nas 250cc nesta temporada, no que foi um ano de sonho para os irmãos. O terceiro piloto é Dean Ferris, que venceu o Campeonato Australiano de MX1 pela quarta vez nesta temporada. A equipe australiana ficou em terceiro lugar na temporada passada em RedBud, mas ainda não venceu o MXoN, tem toda a qualidade para fazer isso acontecer este ano.


A seleção da Bélgica é a equipe mais jovem do ano, com uma média de idade de 19,3 anos. O forte trio belga será liderado por Jago Geerts, Liam Everts e Lucas Coenen. Três pilotos que poderiam muito bem ser os únicos a erguer o troféu, dada a grande temporada que todos experimentaram, o que daria à Bélgica mais um título de MXoN, 10 anos depois do último Troféu Chamberlain conquistado em Teutschenthal, em 2013.


A equipe espanhola contará com o recém-coroado Campeão Mundial de MXGP Jorge Prado em suas fileiras, juntamente com o vencedor do Grande Prêmio Ruben Fernández e o recém-anunciado piloto da MX2 Oriol Oliver. Eles serão candidatos ao pódio com uma equipe jovem, mas experiente.


Para a Team Alemanha, o regresso de Ken Roczen à MXoN ao fim de cinco anos será um imenso impulso para a equipa, com o rápido Simon Laengenfelder que teve uma época soberba na MX2 a terminou em 3º no campeonato e Tom Koch que está a completar a equipa naquela que será uma formação experiente.


Pelo Brasil, contaremos com os atuais campeões Fábio Santos e Guilherme Bresolim, ambos da equipe oficial Yamaha Geração, e o experiente Eudardo Lima da 595 Racing. São pilotos experientes e com certeza têm condições de buscar uma vaga para a final. Vamos torcer pelos brasileiros!!!!!


































Comments


PRO TORK.jpg
CAPA 344.jpg
capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
POST REDE SOCIAL.png
BANNER MICHELIN JAN24.jpg
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page