• DirtAction

Sertões - Tunico e a dupla Rodrigo/Gunnar vencem 4a. etapa


Tunico Maciel/Honda - Foto Marcelo Machado de Melo/Mundo Press

A prova largou nesta quarta-feira (4/11), em Campos Belos (GO), local da Bolha 3, rumo a Palmas (TO), Bolha 4. Foram percorridos 650 quilômetros, sendo 329 de especiais (trechos cronometrados). Depois da terceira etapa cancelada devido às condições climáticas, os pilotos entraram em ação em um percurso que agradou. “Foi um pouco diferente dos primeiros dias. Começou rápido, com muito topo sem visão e piso de piçarra bem legal. Gostei do dia de hoje, andei bem e mantive um bom ritmo”, conta o atual bicampeão do Sertões na geral das motos. Maciel finalizou com o tempo de 4h01min49s, ele é o vice-líder na classificação geral e da categoria Moto 1.


O segundo colocado na prova foi Ricardo Martins da Yamaha IMS Rally, que mantém a liderança na geral das Motos. O terceiro colocado foi Jean Azevedo da Honda, Vitor Siqueira da KTM e fechando os cinco primeiros, Bissinho zavatti da Honda.


4ª etapa – Geral Motos

1 – #1 – Tunico Maciel/Honda – 04:01:49

2 – #3 – Ricardo Martins/Yamaha – 04:04:31

3 – #4 – Jean Azevedo/Honda – 04:05:44

4 – #72 – Vitor Siqueira/KTM – 04:06:43

5 – #11 – Bissinho Zavatti/Honda – 04:06:50


Classificação após a 4ª etapa – Geral Motos

1 – #3 – Ricardo Martins/Yamaha – 13:33:56

2 – #1 – Tunico Maciel/Honda – 13:39:02

3 – #11 – Bissinho Zavatti/Honda – 13:40:32

4 – #4 – Jean Azevedo/Honda – 13:45:34

5 – #5 – Tulio Malta/Yamaha – 13:49:00


A dupla Rodrigo Varela/Gunnar Dums, que não apenas venceu na Geral entre os UTVs mas também abriu a expressiva vantagem de 5min19s sobre os segundos colocados no dia. “A especial foi muito rápida, com longas retas e muitas curvas de alta, era velocidade pura”, resumiu o piloto da equipe Can Am Monster Energy que, com o navegador Gunnar Dums, já ocupava a liderança da classificação acumulada e agora ampliou sua vantagem. “Graças a Deus não cometemos erros de pilotagem ou navegação, e o carro também respondeu à altura toda vez que exigimos bastante dele. Essa combinação foi fundamental hoje”, resumiu o vencedor, que agora tem 8min23s de vantagem para o segundo colocado na classificação geral, a dupla Denísio Casarini Filho/Ivo Mayer.


Rodrigo varela/Gunnar Dums - Foto Marcelo Machado/Fotop

Confira o resultado de hoje no Rally dos Sertões, categoria UTV:

1) Rodrigo Varela/Gunnar Dums, 328km em 4h01min45s

2) Denísio Casarini Filho/Ivo Mayer, a 5min19s

3) Guilherme Benchimol/Daniel Spolidorio, a 10min54s

4) Marcelo Tomasoni/Breno Resende, a 11min01s

5) Richard Flitter/Aandré Munhoz, a 13min02s


Estes são os seis melhor classificados no tempo acumulado de prova:

1) Rodrigo Varela/Gunnar Dums, 13h25min00

2) Denísio Casarini Filho/Ivo Mayer, a 8min23s

3) Rodrigo Luppi/Maykel Justo, a 20min17s

4) Richard Flitter/Aandré Munhoz, a 26min13s

5) Marcelo Tomasoni/Breno Resende, a 27min57s


Roteiro do Sertões 2020*

5/11/2020 - quinta-feira

5ª etapa - Bolha 4 / TO a Bolha 5 / MA Deslocamento inicial: 99 km Trecho especial: 227 km Deslocamento final: 284 km Total: 610 km

Apesar dos km iniciais travados, a especial imprime altas velocidades em um trecho de areia, ao lado de uma plantação de eucaliptos. O terreno arenoso fica bem mais pesado até a metade do trajeto, quando assume as características do Jalapão, no Tocantins. Os competidores encerram a especial em terreno de piçarra, onde poderão atingir altas velocidades e sentir o prazer da pilotagem.  6/11/2020 - sexta-feira 6ª etapa - Bolha 5 / MA a Bolha 6 / MA Deslocamento inicial: 128 km Trecho especial: 300 km Deslocamento final: 313 km Total: 741 km

A especial já começa com belas paisagens, por estradas de médias velocidades que vão ficando cada vez mais estreitas e travadas. A partir da metade, o trajeto fica mais rápido, com lombas e depressões. Haverá dois trechos com retas muito longas, de altíssimas velocidades, em terreno de piçarra. No final, será preciso mais atenção para completar a especial em trechos arenosos. 

7/11/2020 - sábado 7ª etapa - Bolha 6 / MA a Barreirinhas (MA) Deslocamento inicial: 258 km Trecho especial: 223 km Deslocamento final: 34 km Total: 515 km

A organização do Sertões promete deixar a melhor especial para o final. Com prova na areia, a navegação fará toda a diferença. Após um começo travado em piçarras, o trecho fica arenoso à medida que cruza pequenos riachos, os quais estarão secos na época da prova. Após o abastecimento, praticamente na metade da especial, as dificuldades serão extremas por conta da areia e da parte final com navegação por GPS em dunas. Com muitos way points a serem cobertos, qualquer erro pode ser fatal. O final em Barreirinhas promete ser apoteótico, a imagem a ser gravada nas memórias dos participantes. Chegar ao final do Sertões 2020 já será uma grande vitória. 

TOTAL DO PERCURSO: 4.567 km  TOTAL DE ESPECIAIS: 1.642 km






REVISTA DIRT ACTION

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram