• DirtAction

Sertões - Ricardo Martins vence Prólogo


Ricardo Martins/Yamaha Foto Gustavo Epifânio

Nesta sexta-feira (30/10) aconteceu a largada promocional do Sertões. O prólogo abriu o cronômetro da 28ª edição da prova, nos arredores do Autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu (SP). A tomada de tempos, com percurso de aproximadamente cinco quilômetros, definiu a ordem de largada da primeira etapa da prova, e a vitória na categoria Motos ficou com o piloto da Yamaha IMS Rally, Ricardo Martins, seguido por Júlio "Bissinho" Zavatti da Honda, seu companheiro de equipe, Jean Azevedo, Túlio Malta da Yamaha e o atual campeão Tunico Maciel da Honda fechando os cinco primeiros.


Bissinho Zavatti/Honda - Foto Vinicius Branca/Mundo Press

“O prólogo é bom para descarregar a ansiedade, acalma os ânimos para a largada. Eu já estudei a planilha da primeira etapa e a minha moto CRF 450RX está perfeita, então agora é ter concentração e foco máximo, porque neste sábado a prova começa de verdade”, reforça o atual bicampeão Tunico. 


Nos UTVs primeiro lugar para os atuais campeões, Denisio Nascimento e Ivo Renato Mayer, com Rodrigo Varela e Gunnar Dums em segundo e Gabriel Varela e Eduardo Shiga em terceiro. O campeão da Fórmula E, Nelsinho Piquet e Marcos Pastein ficaram na 21a. posição.

Neste sábado (31/10), acontece a primeira etapa do Sertões 2020 com deslocamento inicial de 260 km e final de 120 km, e especial de 205 km em região montanhosa, muito bonita, em estradas de piçarras. O trecho traz lombas e pontos sem visão. No km 30, começa a subida de uma serra com lajes de pedra e abismos dos dois lados, onde a navegação será fundamental. A partir do km 100, haverá estradas vicinais estreitas dentro de pequenas fazendas. Os últimos 20 km serão mais rápidos, em uma zona agrícola. 


O Sertões 2020 contará com 4.567 quilômetros no total, sendo 1.842 de especiais (trechos cronometrados), que incluem passagem pelo Distrito Federal e os estados de Goiás e Tocantins. Com chegada no dia 7 de novembro, em Barreirinhas (MA), a prova é válida como final do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country 2020.