• DirtAction

Sertões - Ricardo Martins e Yamaha são campeões


Neste sábado (07/11) aconteceu a última etapa do rali até Barreirinhas (MA) com trecho especial de 223 km num total de 515 km com os deslocamentos. Com prova na areia, a navegação fará toda a diferença. Após um começo travado em piçarras, o trecho fica arenoso à medida que cruza pequenos riachos, os quais estarão secos na época da prova. Após o abastecimento, praticamente na metade da especial, as dificuldades serão extremas por conta da areia e da parte final com navegação por GPS em dunas. Com muitos way points a serem cobertos, qualquer erro poderia ser fatal.

E o vencedor da prova foi Ricardo Martins da Yamaha IMS Rally (foto Gustavo Epifânio), que com este resultado conquista pela primeira vez o título da categoria principal. Bissinho Zavatti da Honda foi o segundo colocado na etapa, seguido pelo companheiro de equipe Jean Azevedo, Rami Sfredo da Pro Tork Multi Racing e Túlio Malta da Yamaha IMS Rally fechando os cinco primeiros. Na classificação geral, Bissinho ficou com o vice-campeonato.


A Honda comunicou que o piloto Tunico Maciel sofreu uma queda durante a disputa da última etapa do Sertões 2020, neste sábado (7/11), entre Bacabal e Barreirinhas, no Maranhão. Ele foi removido pelo resgate aéreo da organização da prova até a capital São Luís, onde está hospitalizado. A equipe Honda Racing de Rally presta suporte ao Tunico Maciel e aguarda boletim médico oficial sobre a saúde do piloto.


"Foi um Sertões duro, muita chuva, condições diferentes, frio. Fiz um rally muito consistente, não errei navegação, não caí e andei num ritmo rápido a prova toda. Isso é fruto da preparação, acredito que colhi os frutos do que venho plantando há muito tempo. Feliz com a vitória, um peso a menos nas costas que eu mesmo me colocava e isso dá forças para continuar lutando e buscando mais. A saída do Adrien (Metge) abalou muito a equipe e me fez lutar mais ainda por um resultado importante para mim e para a marca. Tenho que agradecer também aos companheiros (Túlio Malta, Luciano Gomes), que o tempo todo trabalharam por mim. Ter um amigo machucado hoje apaga um pouco da felicidade, mas que Deus esteja com o Tunico e que ele fique bem". Afirmou Ricardo Martins.


O maranhense Marcelo Medeiros, da equipe Taguatur Racing, completou todas as etapas sempre em um bom ritmo para chegar a sua terra natal no comando sua Yamaha YFM 700 (#101) e garantir o título de tetracampeão na categoria quadriciclo. “Chegamos à nossa terra, é uma satisfação! Porque foi tanto tempo para que tivéssemos essa oportunidade de ver uma prova do Sertões nesses 10 anos de participação terminar no Maranhão. Fizemos um rali bem preparado, com uma equipe de respaldo eficiente. Durante 10 anos desenvolvemos o quadriciclo para chegar a essa configuração, depois de muitos testes com o equipamento para andar forte entre as motos entre vários pilotos de nível alto. Feliz por termos completado bem todos os dias e levarmos o título de campeão do Sertões pela quarta vez. Agora é nos prepararmos para o ano que vem!”. declarou Marcelo.


Classificação final MOTOS

MOTOS

1) #03 Ricardo Martins, (1)MT1, Yamaha WR 450 F, 17h52min25

2) #11 Júlio Cesar Zavatti, Honda CRF 450 RX, (1)MT2, 18min04min08

3) #72 Vitor Pinheiro Siqueira, (1)MT3, KTM 450 EXC, 18h13min53

4) #05 Tulio Malta, (2)MT2, Yamaha WR 450F, 18h14min58

5) #08 Bruno Leles, (3) MT2, Yamaha WR 450F, 18h30min58