• DirtAction

Mundial de Enduro - Crivilin fecha temporada no pódio


Fotos Janjão Santiago/Mundo Press

O brasileiro Bruno Crivilin colocou mais uma vez seu nome na história do motociclismo nacional e internacional. O piloto da Honda Racing Brasil conquistou neste domingo (15/11), em Marco de Canaveses, em Portugal, a medalha de bronze do Mundial de Enduro na categoria J1 (até 23 anos e com motos até 250cc), ao concluir o campeonato 2020 na terceira colocação. O campeão foi outro piloto Honda, o finlandês Roni Kytonen. O fim de semana também valeu pelo Mundial Feminino, que contou com a participação de Bárbara Neves pela primeira vez na competição. Ela concluiu a disputa em 11º lugar.


O dia amanheceu chuvoso, o que apimentou mais as disputas - a maioria decididas na última especial (trecho cronometrado). Os competidores encararam três especiais, sendo um Extreme Teste, um Cross Teste e um Enduro Teste. Para os homens, a prova incluiu o total de três voltas de 60 quilômetros cada. Já as mulheres aceleraram em duas voltas no percurso.

Além da terceira colocação na J1, Bruno Crivilin ficou em sétimo lugar na geral da Júnior, para pilotos de até 23 anos que competem também com motos acima de 250cc. É o melhor resultado de um brasileiro na competição. Ele subiu ao pódio em etapas na França, na Itália, onde ganhou uma especial na geral da Júnior, e em Portugal. Na semana passada, também em solo português, o capixaba de Aracruz venceu o segundo dia de competições.

“Foi um ano bem turbulento devido à pandemia, o que gerou muitas mudanças nos calendários, não só no Brasil, mas no Mundial também. Estou contente em ser um dos três melhores do mundo na categoria. Quero comemorar com a minha família e com todos no Brasil. Fiz uma das provas mais difíceis pelas condições do clima e terreno. O dia foi muito duro, com o tempo apertadíssimo, mas felizmente consegui completar”, conta o atual bicampeão brasileiro de enduro nas categorias Enduro GP e E1. O piloto utiliza a motocicleta Honda CRF 250RX. Para o Mundial de Enduro, Bruno Crivilin integrou a equipe S2 Motorsport, comandada pelo italiano Alex Salvini, campeão mundial da modalidade.

Companheira de equipe de Bruno no Brasil, Bárbara Neves também aproveitou a oportunidade e a experiência em competir no Mundial de Enduro, com a CRF 250RX. “Estar com os melhores do mundo é o aprendizado mais desejado de qualquer piloto profissional. O fim de semana foi muito difícil, com deslocamentos e especiais pesadas. A chuva que caiu neste domingo deixou a situação ainda mais complicada. Quero evoluir cada vez mais e sinto que estou no caminho certo. Agradeço todas as pessoas que me mandaram energias positivas e que sempre estão na torcida por mim”, destaca a bicampeã latino-americana e brasileira de Enduro.

Resultados - Mundial de Enduro 4ª rodada - Marco de Canaveses (Portugal)

Final Campeonato – Três primeiros J1 1º Roni Kytonen #91 (FIN) – 144 pontos - Honda RedMoto World Enduro 2º Ruy Barbosa #14 (CHI) – 124 pontos 3º Bruno Crivilin #99 (BRA) – 113 pontos - S2 Motorsports/Honda Racing Brasil

Júnior Enduro 1º Hamish MacDonald #76 (NZL) – 151 pontos 2º Theophile Espinasse #7 (FRA) – 120 pontos 3º Roni Kytonen #91 (FIN) – 97 pontos 7º Bruno Crivilin #99 (BRA) – 65 pontos - S2 Motorsports/Honda Racing Brasil

Feminino (EW) 1º Jane Daniels #96 (GBR) – 40 pontos 2º Mireia Badia #32 (ESP) – 32 pontos 3º Justine Martel #95 (FRA) – 28 pontos 11º Bárbara Neves #410 (BRA) – 11 pontos – Honda Racing Brasil








REVISTA DIRT ACTION

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram