top of page

Monster Energy Honda fecha Dakar com três pilotos entre os 10 primeiros das motos


Equipe Monster Energy Honda na chegada do Rally Dakar 2023. Crédito: Monster Energy Honda Team

A edição 2023 do Rally Dakar na Arábia Saudita terminou neste domingo (15/1), após a 14ª etapa da prova disputada entre Al-Hofuf e Dammam. Desta forma, foram percorridos 8.549 quilômetros na corrida off-road mais famosa do mundo, completando a jornada de costa a costa do país, do Mar Vermelho ao Golfo Pérsico.

Com as motocicletas CRF 450 Rally, a equipe Monster Energy Honda Team emplacou três dos seus quatro pilotos no top 10 geral das motos -- com exceção do norte-americano Ricky Brabec, vencedor do Dakar em 2020, que teve de abandonar a disputa depois de uma queda na terceira etapa. O ritmo de prova foi bastante acelerado no último dia, que incluiu uma curta especial (trecho cronometrado) de 136 km, além de 270 de deslocamentos.

A edição 2023 foi marcada por muita chuva e lama, o que não é comum no Dakar, e a etapa final não foi diferente. Com os pilotos largando em ordem inversa, os espectadores puderam ver de perto todos os heróis da prova. O chileno Pablo Quintanilla, com a terceira colocação do dia (a 3min15s de diferença para o piloto mais rápido), finalizou o desafio em quarto lugar da classificação geral.

O francês Adrien Van Beveren, oitavo do dia (4min51s a mais que o vencedor da etapa), alcançou o quinto lugar da geral. Por fim, José Ignacio “Nacho” Cornejo, também do Chile, enfrentou dificuldades após ficar preso na lama e terminou a etapa na 34ª colocação. Apesar das adversidades, o piloto garantiu a oitava colocação do ranking das motos.

O Rally Dakar representou a abertura do Campeonato Mundial da modalidade, que retorna em fevereiro, novamente na região do Oriente Médio. A equipe Monster Energy Honda já está de olho na próxima parada da competição, nos Emirados Árabes Unidos, com o Abu Dhabi Desert Challenge, de 25 de fevereiro a 3 de março. Confira o que disseram os representantes da equipe Monster Energy Honda:

Ruben Faria (Diretor geral da equipe Monster Energy Honda) -- “O Rally Dakar 2023 acabou e a Monster Energy Honda foi certamente uma equipe muito relevante ao longo do caminho. Perdemos Ricky Brabec numa fase muito inicial e mantivemos a disputa com os outros três pilotos - Pablo Quintanilla, Adrien Van Beveren e Nacho Cornejo. Sei que eles deram o melhor todos os dias e em todas as etapas. O resultado final não é o que viemos buscar, mas este é o Dakar, por isso vamos continuar trabalhando duro como uma equipe unida para enfrentar o resto da temporada com o mesmo espírito vencedor”.

Pablo Quintanilla #7 -- “Estou muito feliz por terminar este Rally Dakar 2023 na Arábia Saudita. Claro que não era o resultado que procurávamos, mas a sensação é boa. Sei que dei 100% todos os dias, então só quero dizer que sou grato por todo o apoio da equipe. Às vezes você ganha, às vezes não - faz parte da corrida”.

Adrien Van Beveren #42 -- “É bom estar na chegada, estou feliz mesmo que não seja um resultado dos sonhos. Terminar o Rally Dakar é sempre uma vitória e agora me lembro de outras vezes que não consegui chegar no final por conta de quedas ou de algum outro motivo. Fizemos uma corrida muito forte, tenho que me lembrar disso. Não posso apontar um grande erro que cometi, a corrida foi muito puxada quase todos os dias”.

José Ignacio “Nacho” Cornejo #11 -- “Estamos na linha de chegada da edição 2023, estou feliz por chegar ao final do Rally Dakar. Este foi com certeza um dos mais difíceis que já corri. O resultado não foi o que eu esperava, mas sei que dei o meu melhor em todas as etapas. Quero agradecer a equipe, família e meus fãs por todo o apoio”.

Resultados -- Rally Dakar 2023 / Arábia Saudita Classificação geral Motos / após 14 etapas (extraoficial -- cinco primeiros)

1 -- Kevin Benavides (ARG) -- #47 -- 44H 27' 20''

2 -- Toby Price (AUS) -- #8 -- 44H 28' 03''

3 -- Skyler Howes (EUA) -- #10 -- 44H 32' 24''

4 -- Pablo Quintanilla (CHI) -- #7 -- 44H 46' 22'' -- Equipe Monster Energy Honda 5 -- Adrien Van Beveren (FRA)- #42 -- 44H 47' 50'' -- Equipe Monster Energy Honda

8 -- José Ignacio “Nacho” Cornejo (CHI) -- #11 -- 45H 18' 41'' -- Equipe Monster Energy Honda Etapa 14 / Motos (extraoficial -- cinco primeiros)

1 -- Kevin Benavides (ARG) -- #47 -- 01H 15' 17'' 2 -- Toby Price (AUS) -- #8 -- 01H 16' 12'' 3 -- Pablo Quintanilla (CHI) -- #7 -- 01H 18' 32'' -- Equipe Monster Energy Honda

4 -- Daniel Sanders (AUS) -- #18 -- 01H 18' 52''

5 -- Skyler Howes (EUA) -- #10 -- 01H 19' 02''

8 -- Adrien Van Beveren (FRA)- #42 -- 01H 20' 08'' -- Equipe Monster Energy Honda

34 -- José Ignacio “Nacho” Cornejo (CHI) -- #11 -- 01H 38' 22'' -- Equipe Monster Energy Honda





Comments


PRO TORK.jpg
CAPA 344.jpg
capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
POST REDE SOCIAL.png
BANNER MICHELIN JAN24.jpg
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page