top of page

Honda vence Super Prime no Sertões BRB


Martin Duplessis venceu duelo entre companheiros de Honda (Marcelo Maragni/Sertões)


Poeira, pedras e velocidade marcaram o primeiro dia do Sertões BRB 2023. Foi o suficiente para mostrar que a disputa ao longo das oito etapas que levarão pilotos e navegadores de Petrolina (PE) à Praia do Preá, em Cruz (CE), por 3.800 quilômetros, será emocionante e acirrada. E o que estava em jogo era 'apenas' a definição da ordem de largada para a primeira etapa, com o prólogo e o Super Prime. Neste sábado (12) o cronômetro começa a contar de verdade, na primeira das oito etapas.


A sexta-feira começou com a largada promocional, que levou os competidores a atravessar a rampa montada na orla do Rio São Francisco para receber o carinho da população de Petrolina. Em seguida, um gostinho do que os aguarda nos 13 quilômetros do prólogo, com diferentes tipos de piso (cascalho, piçarra e pedras) e trechos sinuosos que exigiram atenção à navegação.


Os oito melhores em cada modalidade - Carro, Moto e UTV -; voltaram a acelerar à tarde no Super Prime, em uma pista de 1.800m montada na Vila Sertões, no Porto Fluvial de Petrolina. Com cruzamentos eliminatórios que apontaram os vencedores.


Nas motos, dois campeões (Adrien Metge e Bissinho Zavatti) ficaram pelo caminho, assim como o norte-americano Mason Klein. Zavatti, vencedor no ano passado, sofreu uma pequena queda, sem se machucar. Com isso, os companheiros da equipe Honda Gabriel Soares, o Tomate, e Martin Duplessis, chegaram ao confronto decisivo, vencido pelo argentino Duplessis.


Estar entre as oito melhores nos UTVs não foi missão das mais simples, com as 90 duplas inscritos. Dentre os que conseguiram, um 'estreante' chamou a atenção. Maior vencedor da história da prova, com sete títulos nas motos, Jean Azevedo confirmou que dará trabalho na nova modalidade. Ao lado de Idali Bosse, o paulista de São José dos Campos só foi superado pelos bicampeões (2020/2021) Deninho Casarini e Ivo Meyer.


Com um grid de supermáquinas que em nada fica a dever ao do Dakar ou de etapas do Mundial, a competição nos carros levou os gigantes da categoria T1+ a mostrar toda a sua potência e fazer as pedras rolarem na pista do Super Prime. E o duelo mais aguardado para esta edição definiu o vencedor do dia. A bordo da Toyota GR Hilux DKR com que conquistaram a edição 2022, Lucas Moraes e Kaíque Bentivoglio superaram o Prodrive Hunter T1+ de Marcos Baumgart e Kleber Cincea (campeões em 2020). Uma batalha de feras que empolgou o público ao lado da pista.


A primeira etapa, neste sábado, promete ser uma das mais exigentes do Sertões BRB 2023, com início e término em Petrolina (o chamado formato de laço, ou margarida). Pela frente, serão 603 quilômetros, dos quais 304 cronometrados, que alternam trechos técnicos e estreitos com longas retas e diferentes tipos de piso - cascalho, piçarra, pedras e areia e exigirá muito dos navegadores. A primeira moto inicia a especial às 7h.


Penta na área

Quem acompanhou a largada promocional se surpreendeu com o último piloto a passar pela rampa nos carros. Ninguém menos que o capitão Cafu, pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira em 2002. Ao lado do navegador Marcos Panstein, o Melado, ele percorreu o prólogo com uma picape Mitsubishi Triton Sport R e se divertiu com a experiência. Em seguida, posou para fotos e deu autógrafos com a simpatia habitual. Aspas

Martin Duplessis, vencedor Super Prime Moto "Muito feliz com essa vitória, a moto estava perfeita e fiz uma ótima prova, mas é só o começo do rally. De todo modo, é bom contar com uma posição de largada favorável em uma etapa que promete ser muito dura. Vou buscar um ritmo constante, cuidando do equipamento". Deninho Casarini, vencedor Super Prime UTV "Estávamos afiados e com um carro muito bem acertado, foi bom para esquentar, começar com força e mostrar que estamos na briga. A etapa de amanhã será bastante pesada, é bom ter essa motivação extra". Cafu "Correr sempre foi meu forte, e hoje eu procurei fazer jus ao meu nome. Claro que é uma experiência totalmente diferente, mas eu andei ao lado de um navegador acostumado; o Melado me deu muitas dicas de como me comportar no carro. É muito legal trazer pessoas de outros esportes como eu para conhecer o que é o Sertões. É impressionante o tamanho da estrutura, quase uma cidade para receber o rally". Sertões BRB 2023 Sexta-feira (11/8) Primeira etapa: Petrolina / Petrolina (laço) Deslocamento inicial: 185km / Especial: 304km / Deslocamento final: 114km Descrição técnica A especial começa bem travada, com trechos de trial, seguindo por estradas mais rápidas. Depois de mais uma parte bastante técnica, com erosões, pedras e depressões, alterna para longas retas, antes de percorrer estradas mais estreitas e sinuosas e atravessar rios secos. Piçarra e areia são os pisos na parte final, mais veloz.


Resultados (extraoficiais)


Super Prime 1º – Martin Duplessis/Honda 2º – Gabriel Soares/Honda 3º – Adrien Metge/Yamaha 4º – Misael Amariz 5º – Bissinho Zavatti/Honda


Prólogo (cinco primeiros)


Geral Motos 1º – Bissinho Zavatti #1 – 00:07:27.63 2º – Gabriel Soares #5 – 00:07:31.76 3º – Ricardo Martins #4 – 00:07:36.38 4º – Adrien Metge #2 – 00:07:37.06 5º – Mason Klein #21 – 00:07:38.69


Moto 1 1º – Bissinho Zavatti #1 – 00:07:27.63 2º – Ricardo Martins #4 – 00:07:36.38 3º – Adrien Metge #2 – 00:07:37.06 4º – Mason Klein #21 – 00:07:38.69 5º – Martin Duplessis #3 – 00:07:57.12


Moto 2 1º – Gabriel Soares #5 – 00:07:31.76 2º – Christian Scherer #12 – 00:08:06.01 3º – Guilherme Bissoto #22 – 00:08:33.94 4º – Gabriel Bruning #8 – 00:08:37.26 5º – Guilherme Piva #16 – 00:08:53.07


Brasil

1º – Rafael Espindola #30 – 00:09:02.96 2º – Tiago Wernersbach #11 – 00:09:04.61 3º – Marcos Moraes #91 – 00:09:12.86 4º – Christian Constantini #25 – 00:10:41.15








.


























Comments


PRO TORK.jpg
CAPA 344.jpg
capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
POST REDE SOCIAL.png
BANNER MICHELIN JAN24.jpg
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page