top of page

Honda Racing comemora dois títulos brasileiros de enduro na temporada


Equipe Honda Racing fecha o Brasileiro de Enduro 2023 com dois títulos. Crédito: Ney Evangelista/Mundo Press

A equipe Honda Racing comemorou dois títulos no Campeonato Brasileiro de Enduro 2023, cuja prova final terminou neste domingo (15/10), em Camboriú (SC). A goiana Bárbara Neves conquistou o pentacampeonato nacional da categoria EF, enquanto o mineiro Alexandre Valadares “Brankim” garantiu a taça da E4 pelo terceiro ano consecutivo. Os pilotos aceleram as motocicletas de fabricação nacional Honda CRF 250F.


A prova final, a sétima de 2023, teve dois dias de disputas e muita lama. A equipe Honda Racing também contou com o capixaba Bruno Crivilin, que correu as últimas etapas como piloto convidado e venceu a classe E1 e Elite (geral), e o mineiro residente no Paraná Rômulo Bottrel, vice-campeão da E2 e terceiro colocado da Elite na temporada.


Principal nome do enduro nacional entre as mulheres, Bárbara Neves é dona dos títulos brasileiros nas temporadas de 2017, 2019, 2020, 2022 e, agora, 2023. "Estou muito feliz pelo pentacampeonato. Agradeço o apoio incondicional da minha família e também o suporte da equipe Honda Racing, que trabalhou muito para me ajudar em todos os aspectos. Todos acreditam muito em mim, sem eles nada disso seria possível" declarou a pilota.


Tricampeão brasileiro, Alexandre Valadares “Brankim" segue como destaque na classe exclusiva para motos nacionais. "Foi um ano de muito trabalho e a equipe Honda Racing foi perfeita, então o título veio mais uma vez. Estou muito feliz e quero agradecer todo mundo que torceu, os amigos, a família e quem acompanhou as corridas. Estou muito feliz com o título e com a CRF 250F, que prova mais uma vez que é uma moto competitiva e segue imbatível na classe E4", lembrou.


Bruno Crivilin, que possui 10 títulos brasileiros em diferentes categorias no currículo, teve como prioridade na temporada o Campeonato Mundial de Enduro - o qual fechou em sétimo lugar da classe E1. "Consegui competir e vencer as últimas três etapas do Brasileiro de Enduro, fiquei feliz com isso, foi um pouco cansativo, mas faria de novo. Foi muito bom estar com a equipe Honda Racing aqui no Brasil, estou bastante satisfeito", declarou. Vale lembrar que Crivilin conquistou em 2023 o inédito título do Campeonato Português da categoria Elite 1 e utiliza a Honda CRF 250RX.


Rômulo Bottrel também teve uma temporada produtiva com a CRF 450RX. "Eu me dediquei bastante e tive total apoio da equipe, a moto é muito boa. Conquistei resultados bons, mas não foram suficientes para ficar com com o título. Fui vice na categoria E2 e fiquei em terceiro lugar na geral (Elite). Claro que eu busco sempre o melhor, mas foram resultados sólidos. Agradeço a equipe Honda Racing e todos que confiaram no meu trabalho, com certeza posso falar que dei o meu máximo", finalizou.


O time ainda foi representado por Vinícius Calafati, campeão brasileiro da classe E1 e da Elite em 2022. O paulista se machucou na segunda prova do ano e não pôde concluir o campeonato.


A equipe Honda Racing de Enduro é patrocinada por Pro Honda, DID, ASW, Borilli Racing, NGK e Honda Seguros.


Campeonato Brasileiro de Enduro 2023


Classificação final (após sete rodadas / três primeiros)


Elite (Geral)

1º – Patrik Capila #33 – 266 pontos 2º – Luciano Rocha #94 – 238 pontos 3º – Rômulo Bottrel #22 – Honda Racing – CRF 450RX – 233 pontos 10º – Bruno Crivilin #11 – Honda Racing – CRF 250RX – 150 pontos 15º – Vinicius Calafati #1 – Honda Racing – CRF 250RX – 90 pontos


E1 1º – Loandro Anton #133– 282 pontos 2 – Otavio Chicaroni #513 – 196 pontos 3 – Leandro Morais #700 – 180 pontos 5º – Bruno Crivilin #11 – Honda Racing – CRF 250RX – 150 pontos 6º – Vinicius Calafati #1 – Honda Racing – CRF 250RX – 135 pontos


E2 1º – Patrik Capila #33 – 293 pontos 2º – Rômulo Bottrel #22 – Honda Racing – CRF 450RX – 273 pontos 3º – Bruno Martins #6 – 212 pontos



E4 1º – Alexandre Valadares “Brankim” #92 – Honda Racing – CRF 250F – 300 pontos 2º – Flávio Volpi #16 – 258 pontos 3º – Leonel Zanatto #227 – 129 pontos



EF 1º – Bárbara Neves #116 – Honda Racing – CRF 250F – 300 pontos 2º – Larissa Lelis #425 – 268 pontos 3º – Érika Morginski #775 – 218



Resultados (três primeiros) / 7ª prova – Camboriú (SC)


Elite (Geral) 1º – Bruno Crivilin #11 – Honda Racing – CRF 250RX 2º – Renato Paz #101 3º – Bernardo Tiburcio #3 5º – Rômulo Bottrel #22 – Honda Racing – CRF 450RX



E1 1º – Bruno Crivilin #11 – Honda Racing – CRF 250RX 2º – Loandro Anton #133 3º – Eduardo Precybelovicz #10



E2 1º – Bruno Martins #6 2º – Rômulo Bottrel #22 – Honda Racing – CRF 450RX 3º – Ricardo Oliveira #1903



E4 1º – Alexandre Valadares “Brankim” #92 – Honda Racing – CRF 250F 2º – Flávio Volpi #16 3º – Otavio Cardoso #106



EF 1º – Bárbara Neves #116 – Honda Racing – CRF 250F 2º – Larissa Lelis #425 3º – Jessica Alana da Silva










































Comments


PRO TORK.jpg
Capa.png
capa_bike_281.png
capa_guia_bike_2024.png
POST REDE SOCIAL.png
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page