top of page

Honda Racing Brasil encerra temporada 2022 com 30 títulos


Equipe Honda Racing comemora domínio no Campeonato Brasileiro de Motocross 2022. Crédito: Ney Evangelista/Mundo Press

A Honda Racing Brasil finalizou a temporada 2022 com 30 títulos nos principais campeonatos e provas de motocross, enduro, rally e motovelocidade do país. Com esse desempenho, o esquadrão vermelho superou os números do ano anterior, por meio de muito trabalho e dedicação dos pilotos, chefes de equipe, mecânicos e apoios que fazem parte da família Honda.

No Brasileiro de Motocross, a Honda foi campeã com Jetro Salazar, na classe MX1, com a moto CRF 450R. Fred Spagnol faturou a taça da MX2, com a CRF 250R - mesmo modelo usado pela Maiara Basso, na MXF, que trouxe o primeiro título feminino à Honda Racing na modalidade. No Arena Cross, o título da AX1 ficou com Anthony Rodriguez. “A temporada de 2022 foi peculiar. Sabia que tinha os três melhores atletas da competição na MX1. Hector Assunção começou com uma superioridade incrível, mas sofreu uma lesão que o tirou da disputa pelos títulos. Depois, Anthony teve um bom desempenho no Brasileiro, acabou tendo problemas, mas levou o Arena Cross. Com isso, Jetro assumiu a liderança e conseguiu faturar o campeonato. Quero parabenizar o time todo, que passou pelo ano sem erros. Agora é repetir tudo o que deu certo e afinar os detalhes para 2023. Trabalhar com todos esses títulos é muito mais prazeroso e motivador”, diz Cale Neto, chefe da equipe de motocross na MX1 e MXF.

Para Frank Galvão, chefe de equipe de motocross na MX2, a temporada foi excepcional. “Viemos desde a primeira etapa do Brasileiro na liderança da categoria MX2. Começamos o ano com Gabriel Andrigo na frente e depois o Fred Spagnol assumiu a ponta. Todos os pilotos mostraram evolução durante o ano e o time sempre esteve no pódio, um deles até com os três pilotos nas três primeiras colocações. Agora é focar em 2023 e trabalhar forte para ter novamente os bons resultados”, ressalta.

O time de Enduro fechou o ano com quatro títulos: Vinicius Calafati levou a Enduro GP (geral) e a E1, com a CRF 250RX; Alexandre Valadares “Brankim”, a E4, destinada às motos nacionais, com a CRF 250F, sendo que o mesmo modelo foi usado por Bárbara Neves, no tetracampeonato da EF, categoria feminina. “Tivemos um ano muito especial, de renovação, com nova gestão, novos pilotos, integrantes operacionais. Foram muitos desafios e muitas vitórias. Conseguimos evoluir durante o ano, sem muitas surpresas, e cada vez mais fortalecemos a união como time. Concluímos o ano com muito sucesso”, resume Reinaldo Almeida, chefe de equipe do enduro.

No Rally, o grande destaque foi para as conquistas do Sertões, com o título inédito de Bissinho Zavatti na geral das motos, com a CRF 450RX, e o tricampeonato na Moto 2. Com o mesmo modelo, o argentino Martin Duplessis fez sua estreia no time Honda Racing Brasil com o título na Moto 1. Tiago Wernersbach confirmou o favoritismo e conquistou o bicampeonato na Brasil, classe exclusiva para motos nacionais, com a CRF 250F. “O ano foi bastante positivo. O Martin teve uma adaptação muito rápida e foi uma excelente contratação. Um grande reforço para o nosso time, porque, além de um excelente piloto, ele é também um bom companheiro e isso é muito importante no rally. Gabriel Soares “Tomate” também teve um ótimo desempenho em seu primeiro ano na modalidade. Foi uma temporada excelente, ano de acertos na equipe, que está muito alinhada. Agora é seguir trabalhando no desenvolvimento dos pilotos e repetir os bons resultados de 2022 em 2023”, completa Dário Júlio, chefe de equipe de rally e enduro de regularidade.

SuperBike Brasil – Na principal da categoria do SuperBike Brasil, Pedro Sampaio, piloto apoiado da Honda, levou o bicampeonato da competição de motovelocidade, com a CBR 1000RR-Fireblade SP. O evento contou pelo terceiro ano com a Copa Pro Honda CBR 650R, categoria monomarca, que teve João Carneiro como vencedor pela segunda temporada consecutiva. Pela Honda Jr Cup, categoria-escola para crianças e adolescentes entre oito e 16 anos, com a CG 160 Titan, Léo Marques foi o campeão nesta temporada, na qual a classe completou 10 anos.

Projetos internacionais – A Honda Brasil contou novamente com dois pilotos em competições no exterior. Bruno Crivilin, pela equipe S2 Motorsport, com a CRF 250RX, representou o Brasil no Campeonato Mundial de Enduro. Ele repetiu o resultado do ano anterior e fechou a temporada em sexto lugar na classe E1.

Pelo Campeonato Espanhol de Superbike, Eric Granado defendeu a equipe Honda Laglisse pelo segundo ano consecutivo, com a CBR 1000RR-R Fireblade SP. O brasileiro fechou a temporada na décima colocação na categoria Superbike, mesmo sem ter disputado três etapas que coincidiram com a MotoE, outra competição que ele participou fora do país.

As equipes Honda Racing são patrocinadas por Pro Honda, ASW, Fox, Alpinestars, DID, Borilli Racing e Seguros Honda.

Títulos Honda Racing Brasil 2022 1 – Brasileiro de Motocross – categoria MX1 – Jetro Salazar 2 – Brasileiro de Motocross – categoria MX2 – Fred Spagnol 3 – Brasileiro de Motocross – categoria MXF – Maiara Basso 4 – Arena Cross – categoria AX1 – Anthony Rodriguez 5 – Brasileiro de Enduro FIM – categoria Enduro GP – Vinicius Calafati 6 – Brasileiro de Enduro FIM – categoria E1 – Vinicius Calafati 7 – Brasileiro de Enduro FIM – categoria E4 – Alexandre Valadares “Brankim” 8 – Brasileiro de Enduro FIM – categoria EF – Bárbara Neves 9 – Brasileiro de Rally Cross Country – categoria Moto 2 – Bissinho Zavatti 10 – Brasileiro de Rally Cross Country – categoria Brasil – Tiago Wernersbach 11 – Sertões – categoria Geral Motos – Bissinho Zavatti 12 – Sertões – categoria Moto 2 – Bissinho Zavatti 13 – Sertões – categoria Moto 1 – Martin Duplessis 14 – Sertões – categoria Brasil – Tiago Wernersbach 15 – Brasileiro de Rally Baja – Geral Motos – Gabriel Soares “Tomate” 16 – Brasileiro de Rally Baja – categoria Moto 2 – Gabriel Soares “Tomate” 17 – Brasileiro de Rally Baja – categoria Moto 1 – Bissinho Zavatti 18 – Rally Jalapão – categoria Moto 1 – Martin Duplessis 19 – Rally Jalapão – categoria Brasil – Tiago Wernersbach 20 – Rally RN 1500 – categoria Moto 2 – Bissinho Zavatti 21 – Rally RN 1500 – categoria Brasil – Tiago Wernersbach 22 – Rally Caminhos da Neve – categoria Moto 2 – Bissinho Zavatti 23 – Rally Caminhos da Neve – categoria Brasil – Tiago Wernersbach 24 – Rally Minas Brasil – categoria Moto 1 – Martin Duplessis 25 – Rally Minas Brasil – categoria Brasil – Tiago Wernersbach 26 – Rally Cerapió – categoria Brasil – Tiago Wernersbach 27 – Enduro da Independência – categoria Feminina – Bárbara Neves 28 – Ibitipoca Off Road – categoria Feminina – Bárbara Neves 29 – Ibitipoca Off Road – categoria Over 40 – Dário Júlio 30 – SuperBike Brasil – categoria Pro – Pedro Sampaio




Comentarios


PRO TORK.jpg
CAPA 344.jpg
capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
POST REDE SOCIAL.png
BANNER MICHELIN JAN24.jpg
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page