top of page

Enduro da Independência - Crivilin é destaque


Bruno Crivilin, da equipe Honda Racing, líder da classe Elite no Enduro da Independência 2023. Crédito: Ney Evangelista/Mundo Press

A Honda Racing abriu o Enduro da Independência 2023 na liderança de três categorias, nesta quarta-feira (6/9). A começar pela principal, a Elite, que teve dobradinha da equipe com Bruno Crivilin em primeiro, seguido por Tiago Wernersbach. Os pilotos Gabriel Soares, pela Graduado, e Bárbara Neves, atual pentacampeã da Feminina, também são ponteiros. Outro destaque do time foi Dário Júlio, terceiro colocado pela Over 35. O primeiro dia da prova de enduro de regularidade incluiu cerca de 280 quilômetros e mais de nove horas de disputas nas motocicletas entre Paraty (RJ) e Baependi (MG).


Nesta quinta-feira (7/9), os competidores seguem para Barbacena (MG) com aproximadamente 260 km de percurso e um desafio inédito nesses 41 anos de história do Enduro da Independência. O dia será disputado em formato maratona, o qual não permite auxílio das equipes de apoio. Assim que os pilotos chegarem no Parque de Exposições, base da prova em Barbacena, terão 30 minutos para conduzirem as motocicletas até o Parque Fechado, onde os veículos permanecerão até 30 minutos antes da largada do terceiro dia.

O percurso total do Enduro da Independência soma mais de 870 quilômetros de desafios (para as mulheres, o trajeto terá cerca de 860 km). A prova termina neste sábado (9/9), em Ouro Branco (MG).

Os pilotos da equipe Honda Racing que disputam o Enduro de Regularidade são patrocinados por Pro Honda, DID, Fly, ASW, Michelin, Borilli Racing, NGK e Honda Seguros. Confira a análise de cada um sobre o primeiro dia de prova:


Bruno Crivilin / categoria Elite (moto CRF 250RX) – “O primeiro dia foi longo, mas tranquilo. Teve poucas trilhas que decidiram as etapas, caprichei bastante e fui muito bem. Espero que os próximos dias sejam de mais trilha, mais difíceis, gosto mais assim, mas de qualquer forma vou continuar prestando bastante atenção na navegação e no final vai dar tudo certo”.


Tiago Wernersbach / categoria Elite (moto CRF 450RX) – “Primeiro dia bem legal, com poucas trilhas, mas as que tiveram foram técnicas. Dei meu máximo e fiquei em segundo, perdendo apenas para o Crivilin, e isso é muito bom porque conseguimos fazer uma dobradinha para a Honda Racing na Elite. Gostei demais do meu resultado. Pelo que soubemos, o segundo dia terá bastante navegação. Vou marcar bem a planilha e me concentrar, vai se um dia importante”.


Gabriel Soares / categoria Graduado (moto CRF 450RX) – “Foi bom demais, um dia longo, mas consegui andar bem. Fiz uma boa navegação e fiquei bastante concentrado, desta forma alcancei boas médias de velocidade. Deu certo e venci o primeiro dia pela Graduado, estou muito feliz. Vou manter a concentração para ir bem nos próximos três dias e sair com a vitória”.


Dário Júlio / chefe equipe Honda Racing e piloto categoria Over 35 (moto CRF 250RX) – “Dia longo, não teve tanta trilha. Eu prefiro enduro difícil, com muita trilha, que exige bastante da pilotagem e da parte física, e o primeiro dia não foi assim, teve mais estradas, acho que por conta da distância. A prova começou complicada, estava chovendo no início e passamos por três atoleiros, num desses eu fiquei por um tempo, o que me prejudicou bastante. Mas depois me concentrei e dei a volta por cima, a experiência me ajudou e consegui terminar bem o dia”.


Bárbara Neves / categoria Feminina (moto CRF 250F) – “Foi muito bom, venci a parte da manhã e a da tarde. A primeira trilha do dia estava muito boa, choveu, estava frio, mas consegui andar super bem no barro. À tarde foi tranquilo, não teve tanta trilha, mas consegui andar bem também. Vamos para cima no próximo dia”.


41ª edição do Enduro da Independência Paraty (RJ) a Ouro Branco (MG)

Resultados – Dia 1 (três primeiros)

Categoria Elite 1º – #7 - Bruno Crivilin – Honda CRF 250RX 2º – #11 - Tiago Wernersbach - Honda CRF 450RX 3º – #8 - Luciano Vasconcelos


Categoria Graduado 1º – #25 - Gabriel Soares - Honda CRF 450RX 2º – #15 - Leonardo Okada 3º – #19 - Cleverson Oliveira


Categoria Over 35 1º – #30 - Marcos Froner 2º – #269 - Dirlânio Lembeck 3º – #39 - Dário Júlio - Honda CRF 250RX

Categoria Feminina 1º – #204 – Bárbara Neves – Honda CRF 250F 2º – #203 – Kessia Tristão 3º – #205 – Mariana Coutinho


Programação*

7/9 – Quinta-feira 2º dia – Baependi (MG) a Barbacena (MG) – 262,72 km (263,87 km para a classe Feminina) 6h31 – Largada do primeiro piloto – Praça Monsenhor Marcos – Baependi (MG) 14h50 – Chegada dos pilotos – Parque de Exposições – Barbacena (MG) 19h – Divulgação dos resultados


8/9 – Sexta-feira 3º dia – Barbacena (MG) a Ouro Branco (MG) – 201,61 km (185,21 km para a classe Feminina) 6h30 – Largada do primeiro piloto – Parque de Exposições – Barbacena (MG) 13h15 – Chegada dos pilotos – Calçadão – Parque da Cidade – Ouro Branco (MG) 19h – Divulgação dos resultados


9/9 – Sábado 4º dia – Ouro Branco (MG) a Ouro Branco (MG) – 123,82 km (124,65 km para a classe Feminina) 7h – Largada do primeiro piloto – Parque de Eventos – Ouro Branco (MG) 11h57 – Chegada dos pilotos – Parque da Cidade – Ouro Branco (MG) 17h – Premiação – Parque da Cidade – Ouro Branco (MG)


Percurso total: 876,56 km (861,18 km para a classe Feminina).








.


























Comments


PRO TORK.jpg
Capa.png
capa_bike_281.png
capa_guia_bike_2024.png
POST REDE SOCIAL.png
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page