• DirtAction

Dirt Day - 1a. Edição


Fotos Victor Silva

Aconteceu nesse domingo 18/07 a primeira edição do “Dirt Day by Thales Vilardi”, um evento único em um formato padrão internacional, que reuniu mais de 250 pilotos, vindos de cerca de sete estados, o evento também contou com a presença de pilotos de ponta do Uruguai e do Brasil.


Com toda a experiência do assinante do evento e de sua conceituada equipe de trabalho, em todos os setores do evento, desde a pista que contou com um altíssimo nível técnico até a organização, que foi simplesmente impecável, com um funcionamento que impressionou os envolvidos.


Podemos dizer que a primeira edição do projeto chegou com força total, no que diz respeito a organização, foi simplesmente incrível e no que diz respeito a segurança e compromisso com o momento, também. Todos os protocolos da pandemia, foram exigidos, cobrados, conferidos e cumpridos pelos participantes do evento.


As atividades de pista começaram as 7:30 da manhã, com os warm-ups, na sequência vieram as baterias classificatórias para as categorias principais que excederam o número de inscritos que ocupam o gate. Com isso, alguns pilotos ficaram de fora da corrida principal, que contou com gates lotados em praticamente todas as categorias disputadas.


Com um total de 14 corridas em disputa mesmo com classificatórias, a última bateria largou as 15:30, um verdadeiro espetáculo de organização e comprometimento.


Na pista, as disputas foram acirradas, cavas, canaletas e muitos buracos separaram os “homens dos meninos”, um traçado técnico com uma pista que recebeu um tratamento impecável e mostrou como um bom motocross deve ser.Os profissionais envolvidos, todos muito experientes, cuidaram de todos os detalhes, principalmente a equipe de socorro sempre a pronto para atender qualquer queda, mas que graças a Deus nenhum registro de acidente grave durante todo o fim de semana.


Nas disputas as categorias principais foram dominadas pelos Uruguaios, com destaque para os jovens German Bratschi e Franco Iavechia, que travaram as mais emocionantes disputas nas categorias MX1, MX2 e Força Livre Importada. Com vantagem para German que venceu duas, das três corridas disputadas em cima do compatriota.


German (122) e Franco (22)

Germana Bratschi

Diogo Guedes

Fábio Aleixo

Gabriel Cirino

Heitor Mattos

Leo Borges

Na categoria nacional o grande nome do dia foi Leonardo “Costelinha”, que venceu as duas principais corridas da classe nacional, confira abaixo os cinco primeiros de todas as 14 categorias que foram disputadas.


Resultados


MX1 1- German Bratschi 2- Franco lavecchia 3- Vinicius Abreu 4- Roosevelt Assunção 5- Diogo Guedes

MX2

1 - German Bratsch 2 - Franco lavecchia 3 - Miqueas Chanbom 4 - Joubert Castro 5 - Helly Saldanha


MX3 1- Diogo Guedes 2- Helly Soares 3- Diego Neves 4- Felipe Arantes 5- Murilo Bailão


MX4

1- Pedro Beagim 2- Fabrício Schincariol 3- Rafael Arruda 4- Alexandre Oliveira 5- Diego Jimenez


MX5

1- Fábio Aleixo 2- Anivaldo Cabral 3- José Guimaraes 4- Valmir da Silva 5- Roberto Kreischer


Intermediária Importada

1- Pedro Oliveira 2- Marcos Paggiaro 3- Júlio Ferreira 4- Felipe Aguiar

5-Gabriel Almeida


MXF

1 – Tatá Castro 2 – Larissa Dalló 3- Isabela Recco 4- Marcela Marchetti 5- Edna Prado


MXJR

1- Gabriel Cirino 2- Diego Pajarito 3- Lucas Costa 4- Victor Rodrigues 5- Diogo Júnior


65cc

1- Gabriel Cirino 2- Heitor Mattos 3- Bruno Britto 4- Pedro Dias 5- Luiz Afonso


50cc

1- Heitor Matos 2- Jonnas Andreazzi 3- Enzo Murucci 4- Jorge Rodrigues 5- Cadu Lopes


Nacional Pró

1- Léo Borges 2- Danilo Silva 3- Vitor Mozer 4- Luiz Daltoso Jr 5- Rafael Paschoalin


Nacional Amador

1- Edson Marcos 2- Silvio Oliveira 3- Ari Barreto 4- Nathan Bertella 5- Breno Duraes


Força Livre Nacional 1- Léo Borges 2- Murilo Frasnelli 3- Matheus Emílio 4- Vitor Mozer 5- Danilo Silva


Força Livre Importada

1- Franco lavecchia 2- German Bretscha 3- Vinicius Abreu 4- Rooselvelt Assunção