• DirtAction

Dakar - Honda ainda domina


Kevin Benavides/Honda

O percurso de 579 km sendo 465 km de especial aconteceu em Neom e a vitória ficou com Kevin Benavides da Honda, seguido pelos companheiros de equipe Ricky Brabec e José Ignácio, com Sam Sunderland e Matthias Walkner, ambos da KTM. A nota triste foi o abandono de Toby Price, que sofreu um acidente nesta etapa e contou com o apoio do companheiro Sunderland até chegar o atendimento médico, sendo transferido posteriormente para o hospital para verificar alguma lesão.


José Ignácio mantém a liderança na categoria com uma vantagem de mais de 11 minutos para o companheiro Benavides, sendo que o terceiro colocado é Sanderland com mais de 14 minutos atrás do líder. "Hoje foi uma etapa muito dura, com muitas pedras e muito longa. Comecei primeiro e a ideia era abrir o mais rápido possível para que os pilotos não fossem capazes de reduzir o tempo. Toby Price, que saiu atrás de mim e estava lutando contra mim na classificação geral, infelizmente caiu. Esta é uma notícia que nunca queremos ouvir, que um dos caras foi ferido - espero que não seja nada sério. No que diz respeito a prova, eu abri toda a especial, que foi muito longo e mentalmente difícil. Não perdi muito tempo, por isso estou muito feliz com o trabalho de hoje. Há cada vez menos distância até o fim. Agora é hora de descansar e se concentrar no palco de amanhã." afirmou o líder.


A vitória na categoria UTV coube aos chilenos Francisco Lopez Contardo/Juan Pablo Vinagre, que após o nono dia de corrida voltaram a ocupar a liderança. Em segundo chegou o príncipe Khalifa Al Attiyah, do Qatar, que tem como navegador o italiano Paolo Ceci. A dupla brasileira Reinaldo Varela/Maykel Justo da Can-Am terminou na quinta posição na categoria UTV, fato que os fez subir do sexto para o quinto lugar na classificação geral da prova.


“A trilha tinha as maiores pedras que vimos até agora. Eram um problema realmente grande. Havia momentos que, para passar, a gente não sabia o que fazer. Certamente o índice de quebras nesta terça-feira foi muito alto. E muita gente também teve muitos pneus furados. As bordas dessas pedras funcionam como lâminas com os pneus girando em alta velocidade em cima delas. Dependendo de como você passa, não tem escapatória”, disse Varela.


Varela e Justo


Próximas etapas


13/1 10ª etapa: Neom/AlUla (583km/SS: 342km)

14/1 11ª etapa: AlUla/Yanbu (557km/SS: 511km)

15/1 12ª etapa: Yanbu/Jeddah (452km/SS: 225km)



























Posts recentes

Ver tudo

REVISTA DIRT ACTION

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram