top of page

Dakar - 12a.dia - Price é o novo líder e outra vitória do brasileiro Medeiros


Marcelo Medeiros - (Magnus Torquato / Fotop)

Estamos na reta final do Dakar, e nesta sexta-feira (13/01) mudança na liderança da prova. O chileno José Ignácio Cornejo (Honda) garantiu a vitória nesta segunda etapa de Maratona, com o australiano Daniel Sanders (GasGas) em segundo, o compatriota Toby price (KTM) em terceiro, com seus companheiros de equipe, o austríaco Matthias Walkner e o argentino Kevin Benavides na quarta e quinta posições. O então líder até essa prova, o americano Skyler Howes (Husqvarna) finalizou a etapa na sexta posição, perdendo a liderança para Price, que mantém uma vantagem de apenas 28 segundo sobre Howes, sinalizando que podemos ter uma final disputadíssima nesta edição do Dakar.


Toby Price/KTM - Foto Rally Zone

Outra vitória do brasileiro - Na travessia do Rub’al-Khali (Empty Quarter), um dos maiores desertos do mundo e maior área contínua de areia do globo terrestre, Marcelo Medeiros (TAG Racing) manteve o seu foco e a constância de resultados nesta reta final do 45° Dakar e, mais uma vez, cruza a linha de chegada em primeiro na 12ª etapa das 14 estipuladas para a edição, entre os Quadriciclos FIM.


Juraj Varga havia superado Marcelo Medeiros após o km 156 da especial. Mas finalmente foi derrotado por Medeiros na linha de chegada da especial do dia. Medeiros conseguiu o melhor tempo, com mais de 1'30'' de vantagem sobre o rival eslovaco, somando a terceira vitória consecutiva. Giovanni Enrico completa o pódio do dia, mais de 4 minutos atrás.


O maranhense finalizou com êxito a segunda fase da maratona, prova sem auxílio da equipe mecânica realizada nesta sexta-feira, 13, com trecho cronometrado de 185 quilômetros em 2h37min04seg, em um percurso total de 376 quilômetros. Na classificação geral da competição, o titular da Yamaha Raptor 700, #159, acumula 82h02min14seg, permanecendo na 10ª posição na categoria.


“Estive concentrado e tive um quadri competitivo. A prova hoje foi dura, técnica e que exigiu atenção o tempo inteiro. Foram dias de muita superação comigo mesmo, onde encontrei terrenos e climas com os quais tenho mais dificuldades. Vamos concentrar e ajeitar tudo para que possamos manter os melhores resultados possíveis nessa reta final”, comenta o piloto de São Luís (MA).


A caravana do Dakar retornou a Shaybah, um assentamento dominado por um importante local de produção de petróleo bruto, o campo de petróleo que está localizada no extremo norte do deserto do Empty Quarter. O clima de Shaybah é extremo, com a temperatura caindo para 10 graus Celsius nas noites de inverno, subindo para cerca de 50 graus Celsius durante o dia de verão. Tempestade de poeira é uma ocorrência regular.


Neste sábado, 14, penúltima do Dakar, o trecho de saída do Quarteirão Vazio promete muitos desafios. Será mais uma oportunidade de surfar em uma cadeia de dunas de todos os tipos, tamanhos e formas. Mas também será uma grande plataforma para Marcelo Medeiros se lançar em busca posições acima na tabela geral de classificação. A especial curta limita o potencial de dano, mas resistência física e mecânica ainda pode fazer a diferença.


O piloto da TAG Racing e seu Yamaha 700 enfrentam, durante estas duas primeiras semanas do ano, a um total de 8.422,80 quilômetros, dos quais 4.502 quilômetros serão especiais cronometrados e o restante divididos entre trechos iniciais e finais de deslocamento. O Dakar teve início no domingo, 01 de janeiro e prossegue até 15 de janeiro com chegada em Damman, no Golfo Pérsico.


Marcelo Medeiros realiza a segunda participação consecutiva na Arábia Saudita, no ano passado completou em sexto, vencendo três etapas. O piloto pentacampeão do rali do Sertões conta com outras três participações no Dakar, quando a competição aconteceu na América do Sul. Em sua estreia, em 2016, e no ano seguinte o maranhense não finalizou a prova. Em 2018, ficou em quarto lugar entre os quadriciclos.


O Dakar 2023 soma pontos para o Campeonato Mundial de Rally Cross Country (FIA e FIM). Mais informações: www.dakar.com e App Dakar Rally 2023.


Marcelo Medeiros conta com patrocínio do Governo do Estado do Maranhão, através da Lei de Incentivo Estadual ao Esporte com a empresa Centro Elétrico, no Dakar 2023.


RESULTADO 12ª ETAPA – QUADRICICLOS FIM (EXTRA-OFICIAL)

1) #159 Marcelo Medeiros, BRA, TAG Racing, Yamaha Raptor 700, 02h37min04

2) #153 Juraj Varga (SVK), Varga Motorsport Team, 04h00min21

3) #166 Giovanni Enrico (CHL), Enrico Racing, 03h59min26

4) #154 Francisco Moreno Flores (ARG), Drag´On Rally Team, 03h59min23

5) #164 Toni Vingut (ESP), Visit Sant Antoni – Ibiza, 05h42min52

-

CLASSIFICAÇÃO GERAL (APÓS 12 ETAPAS)

QUADRICICLOS FIM (EXTRA-OFICIAL)

1) #151 Alexandre Giroud, FRA, Yamaha Racing, SMX - Drag'on, Raptor 700, 51h35min39

2) #154 Francisco Moreno Flores (ARG), Drag´On Rally Team, 52h34min39

3) #163 Pablo Copetti (USA), Del Amo Motorsports By Motul, 53h53min09

4) #153 Juraj Varga (SVK), Varga Motorsport Team, 54h30min08

5) #166 Giovanni Enrico (CHL), Enrico Racing, 56h48min40

10) #159 Marcelo Medeiros, BRA, TAG Racing, Yamaha Raptor 700, 82h07min40seg




PRO TORK.jpg
Capa 341.jpg
capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
BANNER MICHELIN JAN24.jpg
bottom of page