top of page

Com três títulos, Honda Racing domina o Campeonato Brasileiro de Motocross


Equipe Honda Racing conquista títulos das categorias MX1, MX2 e MXF no Campeonato Brasileiro de Motocross 2022. Crédito: Ney Evangelista/Mundo Press

A equipe Honda Racing dominou o Campeonato Brasileiro de Motocross ao conquistar três títulos na grande final, realizada neste domingo (18/9), em Rio Fortuna (SC). Jetro Salazar comemorou a taça da categoria MX1 com a motocicleta Honda CRF 450R. Já Fred Spagnol, pela classe MX2, e Maiara Basso, na MXF, faturaram os títulos utilizando a CRF 250R.


O dia ficará para sempre na memória do esquadrão vermelho. Na MX1, o equatoriano Jetro Salazar chegou em desvantagem para a decisão, mas nunca deixou de acreditar. O resultado foi uma virada de jogo histórica e o quinto título brasileiro de Salazar, sendo três da MX1 e dois da Elite MX.


“Estou feliz demais. Foi um objetivo que a gente colocou, a última vez que fui campeão foi em 2019, então são três anos em busca disso. Sem a ajuda da minha equipe tudo isso teria sido impossível. A gente não nunca tem garantia da vitória, mas sempre vai lutar até o final. O resultado está aí, o trabalho duro traz recompensas”, declara Salazar.


O venezuelano Anthony Rodrigues foi outro destaque da MX1. Ele fechou a temporada na terceira colocação da tabela. “Tive um campeonato de altos e baixos, mas foi importante para a equipe conseguir ganhar o título. Nós nunca paramos de trabalhar, o trabalho foi muito forte o ano todo. Fico muito feliz pela Honda Racing, que acreditou até o final, e deu certo”, conta.


O outro representante do time na categoria com a CRF 450R foi Hector Assunção, que, mesmo depois de ter ficado parado por dois meses, para tratar uma lesão, fechou o ano em oitavo lugar. “O início do ano foi um dos melhores da minha carreira, ganhei etapas do Brasileiro e do Arena Cross, mas infelizmente tive uma lesão. Consegui vir para a final, me diverti, finalizei em quarto na corrida da Elite MX (que reúne os pilotos das categorias principais) e fechamos com chave de ouro com o meu companheiro Jetro sendo campeão. Estou muito feliz, agora é hora de comemorar e depois pensar em 2023.”


Na MX2, a conquista de Fred Spagnol foi inédita na carreira do piloto. “É muito bom ser campeão. São vários anos brigando por esse título, atrás dessa conquista, e agora eu consegui junto com a equipe Honda Racing. Quero agradecer todo time, vou comemorar muito e ano que vem estarei na categoria MX1”, avisou o paulista.


Gabriel Andrigo, do Rio Grande do Sul, encerrou o campeonato em terceiro lugar da MX2. “Foi um ano muito bom. Tive alguns problemas, mas mostrei na pista que tenho potencial para conquistar o título. Sou um piloto novo, tenho apenas 17 anos, e há muito ainda para acontecer”, lembra.


Também com a CRF 250R, Henrique Henicka confirmou a quarta colocação da MX2 na temporada. “Foi um campeonato de altos e baixos, mas aprendi muito, mais que todos os anos anteriores. Acho que 2023 vai ser uma boa temporada, vamos treinar bastante e ir para cima, para seguir em evolução”, diz o gaúcho.


Para fechar o rendimento de 100% da Honda Racing no Brasileiro de Motocross, Maiara Basso foi a grande campeã entre as mulheres, o que representou o sétimo título brasileiro da carreira da gaúcha. “Com certeza esse título é bastante especial. Foi o meu primeiro ano de equipe Honda, a minha moto estava fantástica no decorrer da temporada e eu me senti muito bem. Estou muito feliz de levar esse título para toda a equipe. Foi um ano maravilhoso, de quatro etapas venci três, deu tudo certo e agora é hora de comemorar bastante”, finaliza.


A equipe Honda Racing de Motocross é patrocinada por Pro Honda, Fox, Fly, DID e Seguros Honda.


Campeonato Brasileiro de Motocross 2022 – 7ª etapa


Local: CT Lorenzo – Rio Fortuna (SC)


Classificação final do campeonato – Após 7 etapas

(Cinco primeiros)


MX1 1 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R – 248 pontos 2 – #115 – Carlos Campano – 239 pontos 3 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R – 234 pontos 4 – #211 – Paulo Alberto – 195 pontos 5 – #45 – Leonardo Souza – 165 pontos 8 – #30 – Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R – 115 pontos


MX2 1 – #61 – Fred Spagnol – Honda Racing – Honda CRF 250R – 269 pontos 2 – #109 – Guilherme Bresolin – 245 pontos 3 – #10 – Gabriel Andrigo – Honda Racing – Honda CRF 250R – 238 pontos 4 – #75 – Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R – 212 pontos 5 – #244 – Marcello Leodorico – 198 pontos 


MXF (após quatro etapas disputadas) 1 – #8 – Maiara Basso – Honda Racing – Honda CRF 250R – 97 pontos 2 – #801 – Sarah Raquel – 91 pontos 3 – #111 – Thais de Castro – 80 pontos 4 – #22 – Larissa Laira – 69 pontos 5 – #118 – Tainá Aguiar – 61 pontos


Soma dos resultados da 7ª etapa – MX1 1 – #211 – Paulo Alberto – 50 pontos 2 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R – 44 pontos 3 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R – 38 pontos 4 – #2 – Dudu Lima – 31 pontos 5 – #34 – Lucas Dunka – 31 pontos


Soma dos resultados da 7ª etapa – MX2 1 – #102 – Gabriel Mielke – 45 pontos 2 – #146 – German Bratschi – 43 pontos 3 – #109 – Guilherme Bresolin – 42 pontos 4 – #75 – Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R – 33 pontos 5 – #61 – Fred Spagnol – Honda Racing – Honda CRF 250R – 31 pontos 9 – #10 – Gabriel Andrigo – Honda Racing – Honda CRF 250R – 22 pontos


Resultados das corridas da 7ª etapa (Cinco primeiros)


Corrida Elite MX 1 – #211 – Paulo Alberto 2 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R 3 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R 4 – #109 – Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R 5 – #2 – Dudu Lima 11 – #75 – Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R 13 – #61 – Fred Spagnol – Honda Racing – Honda CRF 250R NC – #10 – Gabriel Andrigo – Honda Racing – Honda CRF 250R


Corrida MX1 1 – #211 – Paulo Alberto 2 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R 3 – #115 – Carlos Campano 4 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R 5 – #34 – Lucas Dunka


Corrida MX2 1 – #102 – Gabriel Mielke 2 – #10 – Gabriel Andrigo – Honda Racing – Honda CRF 250R 3 – #109 – Guilherme Bresolin 4 – #146 – German Bratschi 5 – #61 – Fred Spagnol – Honda Racing – Honda CRF 250R 6 – #75 – Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R


Corrida MXF 1 – #8 – Maiara Basso – Honda Racing – Honda CRF 250R 2 – #801 – Sarah Raquel 3 – #111 – Thais Castro 4 – #88 – Brunna Humeniuk 5 – #118 – Tainá Aguiar














PRO TORK.jpg
Capa 341.jpg
capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
BANNER MICHELIN JAN24.jpg
bottom of page