Com arquibancadas lotadas e provas intensas, Arena Cross abre temporada 2022 em Jundiaí (SP)



Hector Assunção, vencedor na geral da Pró (Duda Bairros)

A abertura da 24ª temporada do Arena Cross, realizada neste sábado (28/5), em Jundiaí (SP), foi bastante intensa. Mais de seis mil pessoas lotaram as arquibancadas da pista montada próxima ao Paço Municipal da cidade para verem de perto as corridas de quatro categorias, sendo duas profissionais e duas infantis. Hector Assunção (Pró) e Ramyler Alves (AX2) venceram a primeira etapa de 2022 nas principais classes. Já Enzo Fialho (50cc) e Guilherme Ferreira (65cc) levaram as baterias destinadas às crianças. As provas tiveram transmissão ao vivo pelo canal SporTV e estão disponíveis no YouTube Arena Live Brasil (assista aqui). Categoria Pró

As disputas da principal categoria, a Pró, para pilotos acima de 16 anos e motos até 450cc, são sempre as mais esperadas do Arena Cross. Na primeira corrida, o venezuelano Anthony Rodriguez (#1), da Honda Racing e atual campeão, largou na frente, porém logo foi ultrapassado pelo companheiro de equipe, o brasileiro Hector Assunção (#30), que cruzou a linha de chegada na frente. Na segunda bateria, a história parecia que ia se repetir, com Assunção à frente, seguido de Rodriguez. Porém, uma queda forte de Fábio Santos (#38), da Yamaha Monster Energy Geração, interrompeu a prova em bandeira vermelha. Prontamente socorrido pela equipe de resgate do evento, Santos deixou a pista com um aceno para o público e foi encaminhado para um hospital da região. Como a prova não tinha passado da metade, uma nova largada foi realizada para mais dez minutos de corrida. Paulo Alberto (#211), piloto oficial da Yamaha, largou na frente, mas caiu enquanto liderava. Hector Assunção também sofreu queda e precisou fazer uma corrida de recuperação. Quem levou a melhor e venceu a última corrida do dia foi Pepê Bueno (#97), da Gas Gas e campeão da AX2 de 2021. “Fiz uma boa relargada, os outros pilotos caíram na curva e eu consegui me livrar da confusão e vencer. Estou muito feliz com essa conquista”, ressalta Bueno. Assunção terminou em segundo e na soma das baterias, subiu ao lugar mais alto do pódio. “O Arena Cross é intenso demais e tudo acontece muito rápido. Estou satisfeito com a minha primeira etapa. Venci o Duelo 1x1, que me garantiu dois pontos na classificação, faturei a primeira bateria e estava vencendo a segunda. Na relargada, mesmo com a queda, fiz uma prova de recuperação, procurei me manter calmo para não errar e conquistar a etapa”, conta o pentacampeão da competição.


Pepê Bueno, vencedor da 2ª bateria da Pró (Duda Bairros)

Categoria AX2

Com uma largada com quedas, que deixou para trás favoritos como o bicampeão Lucas Dunka (#34), da Pro Tork KTM Racing Team, o destaque da prova da AX2 (de 14 a 23 anos e com motos até 250cc) foi Ramyller Alves (#70), da equipe Power Husky Invictus Speed Crew. O piloto brasileiro que compete nos Estados Unidos venceu de ponta a ponta em Jundiaí, palco da sua primeira vitória no Arena Cross. “Faturar essa prova foi muito especial. Há nove anos, eu ganhava aqui nesta cidade minha primeira corrida desta competição, na categoria 85cc. Receber esse carinho novamente do público foi demais”, comenta Alves.

Ramyller Alves, vencedor da AX2 (Duda Bairros)

Categoria 65cc

Na segunda bateria do dia, a 65cc, destinada a crianças entre 7 e 12 anos, Guilherme Ferreira (#511) largou na frente, abriu vantagem e não deu chances para os adversários. O piloto do Mato Grosso se manteve firme e fez história ao ser o primeiro do seu estado a vencer uma corrida do Arena Cross. “Fiz uma ótima largada, fiquei na liderança até o fim da prova e eu estou muito feliz com isso. É muito bom ganhar uma corrida desse campeonato e dedico essa vitória a toda a minha família”, diz Ferreira, emocionado.

Guilherme Ferreira, vencedor da 65cc (Duda Bairros)

Categoria 50cc

A corrida da garotada entre cinco e nove anos abriu a temporada do Arena Cross 2022. Jonnas Andreazzi (#217) largou na frente e logo no começo foi ultrapassado por Enzo Fialho (#122). Mas na sequência, Jonnas retomou a ponta. Porém, o até então líder acabou batendo em um piloto que havia caído e também sofreu uma queda. Com isso, Enzo assumiu a primeira colocação e seguiu na frente até a vitória. “Foi muito bom. Consegui passar o Jonnas porque ele caiu, mas eu também já estava com uma estratégia para vencê-lo. Eu ia no ponto fraco dele, que era nas costelas, onde eu estava mais rápido”, revela Fialho.

Enzo Fialho, vencedor da 50cc (Duda Bairros

A próxima etapa do Arena Cross está marcada para 2 de julho, em Caraguatatuba. Assim como no ano passado, a grande final será em rodada dupla nos dias 20 e 21 de agosto. O Arena Cross 2022 tem patrocínio da Monster Energy, Honda e Pro Honda, além do copatrocínio da KTM e Yamaha. O apoio é da Prefeitura Municipal de Jundiaí, Hotel Serra de Jundiaí, Revista Pró Moto, Revista Dirt Action e Moto Channel Brasil. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). A realização é da Romagnolli Promoções e Eventos e da Liga Nacional de Esportes a Motor (Linem). Resultados – Cinco primeiros Classificação do campeonato – após 1ª etapa Categoria Pró 1º - Hector Assunção #30 – 39 pontos 2º - Anthony Rodriguez #1 – 30 pontos 3º - Paulo Alberto #211 – 29 pontos 4º - Pepê Bueno #97 – 28 pontos 5º - João Pedro Ribeiro #282 – 24 pontos Categoria AX2 1º - Ramyller Alves #70 – 20 pontos 2º - Lucas Dunka #34 – 17 pontos 3º - Marcello Leodorico #244 – 15 pontos 4º - Gabriel Andrigo #10 – 13 pontos 5º - Guilherme Bresolin #109 – 11 pontos Categoria 65cc 1º - Guilherme Ferreira #511 – 20 pontos 2º - Lucas de Matos #900 – 17 pontos 3º - Zion Berchtold #17 – 15 pontos 4º - Luiz Prestes #21 – 13 pontos 5º - Guilherme Buozi #274 – 11 pontos Categoria 50cc 1º - Enzo Fialho #122 – 20 pontos 2º - Jonnas Andreazzi #217 – 17 pontos 3º - Lorenzo Ricken #16 – 15 pontos 4º - Pietro Fraga #152 – 13 pontos 5º - Rafael Caoni #353 – 11 pontos Soma Corridas Pró 1º - Hector Assunção #30 – 39 pontos 2º - Anthony Rodriguez #1 – 30 pontos 3º - Paulo Alberto #211 – 29 pontos 4º - Pepê Bueno #97 – 28 pontos 5º - João Pedro Ribeiro #282 – 24 pontos

1ª Corrida Pró 1º - Hector Assunção #30 2º - Paulo Alberto #211 3º - Anthony Rodriguez #1 4º - Fabio Santos #38 5º - João Pedro Ribeiro #282

2ª Corrida Pró 1º - Pepê Bueno #97 2º - Hector Assunção #30 3º - Anthony Rodriguez #1 4º - João Pedro Ribeiro #282 5º - Paulo Alberto #211 Corrida AX2 1º - Ramyller Alves #70 2º - Lucas Dunka #34 3º - Marcello Leodorico #244 4º - Gabriel Andrigo #10 5º - Guilherme Bresolin #109 Corrida 65cc 1º - Guilherme Ferreira #511 2º - Lucas de Matos #900 3º - Zion Berchtold #17 4º - Luiz Prestes #21 5º - Guilherme Buozi #274 Corrida 50cc 1º - Enzo Fialho #122 2º - Jonnas Andreazzi #217 3º - Lorenzo Ricken #16 4º - Pietro Fraga #152 5º - Rafael Caoni #353 Calendário Arena Cross 2022 1ª etapa – 28 de maio – Jundiaí (SP) 2ª etapa – 2 de julho – Caraguatatuba (SP) 3ª etapa – 20 de agosto – São Paulo (SP) 4ª etapa – 21 de agosto – São Paulo (SP)




PRO TORK.jpg
capa_dirt_321_jun22.png
capa_moto_178_jun22.png
capa_guiamoto_jan21.png
capa_bike_261_mai22.png
capa_bike_GUIA22.png
new classic (227 px × 227 px).jpg
unnamed.gif
BANNER VEDAMOTORS 321.jpg