top of page

Chegou a hora: prólogo e Super Prime abrem o Sertões BRB 2023


Foto oficial dos competidores da edição 2023 (Foto: Duda Bairros)


Foram meses de ansiedade, expectativa e preparação para esse momento. Nesta sexta-feira (11), Petrolina (PE) dá a largada para o Sertões BRB 2023. Um desafio que, até o dia 19, cortará Pernambuco, Bahia e Ceará em um roteiro de 3.800 quilômetros, dos quais 2.080 cronometrados. O primeiro desafio é uma espécie de aperitivo do que vem pela frente mas que, especialmente para os candidatos à vitória nos carros, motos e UTVs, tem importância decisiva.


Tudo começa a partir das 7h com a rampa da largada promocional, montada na orla do Rio São Francisco, onde o público poderá ver de perto os homens e máquinas que iniciam a disputa. Em seguida é a vez do prólogo de 13 quilômetros, com trechos de piçarra, cascalho e pedras; sequências sinuosas com ganchos (curvas de 180°) e bastante navegação, como será a tônica do rally.


Às 15h é a vez da Super Prime, que reunirá os oito melhores de cada modalidade em disputas eliminatórias por um circuito de 1,8 km ao lado da Vila Sertões, e mais uma vez com o Velho Chico como pano de fundo.


De acordo com a classificação final (do primeiro ao oitavo), será feita a escolha da ordem de largada. E, aqui, ser o primeiro a acelerar na primeira etapa, sábado, não é vantagem, especialmente sobre duas rodas. Afinal, não há as marcas dos demais veículos no piso como referência, e nem como acompanhar o ritmo dos principais adversários pelo rastro de poeira. O que parece um simples detalhe pode fazer toda a diferença, mesmo com tanto rally pela frente.


Expectativas

A quinta-feira foi dos últimos ajustes no equipamento e de testá-lo no shakedown - um trecho de 900m montado junto à orla do São Francisco. Também foi o dia da coletiva de imprensa que reuniu alguns dos destaques das três modalidades. Com direito a momentos de muita descontração e camaradagem, como o protagonizado pelos representantes das motos.


Apesar da grande experiência internacional, o jovem norte-americano Mason Klein não se fez de rogado ao pedir, a dois campeões da prova (Adrien Metge e Bissinho Zavatti) informações sobre o uso do Stella (equipamento de geolocalização e monitoramento) na configuração adotada na prova.


Nos carros, respeito mútuo e elogios entre três nomes que somam, juntos, oito títulos: Guiga Spinelli, Marcos Baumgart e Lucas Moraes. Nos UTVs, tanto o atual campeão Rodrigo Varela, quanto o campeão da Copa do Mundo de Rally Baja Cristiano Batista lamentaram, com bom humor, que o maior vencedor em três décadas de Sertões, Jean Azevedo (sete títulos) tenha trocado as motos pela modalidade.


A última atividade do dia foi o briefing obrigatório com o diretor-técnico Edgar Fabre e o diretor de prova Du Sachs, além das autoridades das confederações brasileiras de Automobilismo (CBA) e Motociclismo (CBM). Nele os competidores receberam as orientações gerais e os detalhes técnicos necessários para o perfeito desenrolar da prova. O Sertões BRB 2023 é válido pelos campeonatos Brasileiro de Rally Cross-Country e Latino-Americano FIM de Rally Cross-Country (motos e UTVs). Aspas Bissinho Zavatti (campeão 2022 Moto)

"Chegar a Petrolina com essa área de boxes maravilhosa e o Rio São Francisco ao lado já me deixou no clima do rally. Não via mesmo a hora de montar na moto e começar. É preciso ser rápido no prólogo, já que uma boa posição de largada é importante, mas também lembrar que um erro pode colocar tudo a perder". Lucas Moraes (campeão 2022 Carro)

"O que havia para ser feito, já foi. Essa edição promete ser bastante técnica; exigente, e eu particularmente prefiro assim. Fizemos uma ótima preparação, talvez a nossa melhor para o Sertões; o carro também está pronto, mas são oito dias de rally, e tem muita coisa para acontecer". Rodrigo Varela (campeão 2022 UTV)

"É um novo rally, com novas etapas, a maior pressão era a de vencer pela primeira vez depois de tentar por 13 anos, vamos agora com outra cabeça para fazer uma excelente prova e batalhar como no ano passado, é a modalidade mais equilibrada do Sertões". Sertões BRB 2023 Sexta-feira (11/8) Prólogo - 13 quilômetros Super Prime - 1,8 quilômetro (por volta) Descrição técnica O prólogo será uma especial em linha, com trechos de piçarra, cascalho, pedras e pouca areia; alterna trechos sinuosos com muita navegação e simula, em miniatura, a variedade de condições e tipos de piso encontrada em uma etapa do Sertões. Em chão batido, a volta do Super Prime conta com dois circuitos bem distintos. O interno é mais curto (700m), com ganchos e sem longas retas. Já o externo (1.100m) alterna sequências mais velozes com uma parte mais travada e uma zona de quatro curvas em S.








.


























Commenti


PRO TORK.jpg
CAPA 345.png
capa_bike_281.png
capa_guia_bike_2024.png
POST REDE SOCIAL.png
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page