top of page

Honda vence segundo dia do Dakar, e o brasileiro Marcelo vence novamente nos Quadris


José Ignácio/Honda


O brasileiro Marcelo Medeiros brilhou novamente na prova, vencendo este segundo dia e mantendo a liderança da categoria. Juraj varga ficou com o segundo posto, seguido pelo argentino Manuel Andujar, o francês Alexandre Giroud e Laisvydas Kancius. Marcelo tem uma vantagem de mais de 6 minutos sobre Varga.


(Foto - Victor Eleutério/Fotop)

Motos - Foi um dia positivo para a Monster Energy Honda Team na segunda etapa do Dakar, com todos os pilotos a terminarem entre os dez primeiros, com José Ignacio Cornejo a fazer um percurso soberbo para conquistar a sua sétima vitória em etapas do rali Dakar e levá-lo ao segundo lugar na classificação geral.


Ricky Brabec foi o segundo a sair da linha de partida e imediatamente a entrar nos 20 km de dunas, num dia em que os especialistas em navegação entrariam no seu elemento nos troços fora de pista. Não por acaso, Cornejo, que prefere uma navegação complicada, pegaria o grupo líder de Ross Branch e Brabec a 90 km para estar no comando durante a maior parte da etapa. Pablo Quintanilla se juntou à mistura, com a certa altura apenas um segundo separando os pilotos chilenos enquanto as Hondas impressionavam nas vastas pistas de terra ao redor das montanhas de pedra negra.


Há um novo sistema de bônus entrando em jogo para 2024, os competidores a 15 segundos do piloto de abertura também serão beneficiados e com 6'23" disponíveis hoje, Cornejo aproveitou ao máximo apesar de uma pequena queda, para acumular 4'14 em bônus dividindo isso com Branch e Brabec.


Com Quintanilla terminando em terceiro e Brabec fazendo outra performance impressionante em quinto, a classificação geral vê a Monster Energy Honda Team aumentando a pressão sobre o líder geral Ross Branch pelas posições do pódio, já que Cornejo está agora pouco menos de três minutos atrás, o terceiro colocado Brabec está mais de sete minutos atrás e Quintanilla com um déficit de quinze minutos está em quarto.


Luciano Benavides (Husqvarna) foi o segundo colocado do dia, seguido por Quintanilla, Sebastien Bohler (Hero) e Brabec. Na geral, liderança de Ross Branch (Hero), seguido por José Ignácio, Brabec, Quintanilla, e Luciano. O atual campeão, o argentino Kevin Benavides (KTM) finalizou o dia na 19a. posição e aparece na 11a. posição. Outros candidatos, Sam Sanderland (GasGas) e Tobey Price (KTM), aparecem na sétima e oitava posição na classificação geral.


Ross Branch/Hero (foto ASO/DPPI)

O Rally Dakar continua ininterruptamente amanhã, com a terceira etapa servindo um teste de 438 km e uma ligação de 295 km, já que os pilotos encontrarão uma mistura de seções arenosas, dunas e terrenos muito acidentados que podem causar alguns problemas de pneus enquanto se dirigem para a Arábia Saudita até Al Salamiya. Outra reviravolta para o dia é que os mecânicos terão apenas duas horas para trabalhar nas motos à noite antes de serem levados para o Parc Fermé no bivouac.


























Comments


PRO TORK.jpg
CAPA 344.jpg
capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
POST REDE SOCIAL.png
BANNER MICHELIN JAN24.jpg
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page