top of page

Bruno Crivilin volta à Europa



O piloto Bruno Crivilin está de volta à Europa depois da folga no calendário mundial. Esteve por dois meses no Brasil para rever família e amigos, e mesmo com a pausa na disputa internacional foi à luta. O resultado não poderia ser diferente para quem coleciona nada menos que 10 títulos de campeão brasileiro de Enduro.

Enduro de Aracruz

O ditado "santo de casa não faz milagre" não se aplica nas pistas. Em sua cidade natal, Crivilin teve 100% de aproveitamento: venceu os dois dias de prova e todas as especiais cronometradas em Aracruz. A prova capixaba teve uma combinação de extremos: poeira, sol intenso e calor e uma chuva torrencial. “Foi bom ter voltado para o Brasil depois de um bom tempo na Europa. Fui direto para casa e aproveitei para correr a etapa do Brasileiro na minha cidade. Acho que a felicidade de rever todo mundo me motivou para vencer os dois dias de prova", brinca.

Ibitipoca Off Road

A visita ao Brasil virou uma miniturnê, e Bruno resolveu encarar o Enduro de Regularidade, mesmo fora de sua especialidade. Partiu para Juiz de Fora/MG numa das provas mais emblemáticas e tradicionais do País, e venceu o 33º Ibitipoca Off Road. Durante os dois dias na Zona da Mata mineira, foi o melhor em todas as 4 etapas da prova. “Depois de Aracruz, quis encarar o Ibitipoca Off Road. Venci também os dois dias do Ibitpoca, uma prova que tinha muita vontade de vencer por ser uma das principais no Regularidade no Brasil inteiro. Apesar de muito tempo sem contato com as planilhas, me senti à vontade. Então, vencer duas modalidades diferentes seguidamente foi bom demais”, revela Crivilin.

Rally dos Sertões

Do Ibitipoca Off Road, Crivilin partiu para o Nordeste Brasileiro e teve a honra de fazer um dos papéis de excelência no Rally dos Sertões. A bordo de uma Honda CRF 1100L Africa Twin, o capixaba integrou a "Expedição Sertões" do programa Honda Red Rider. Nele, os participantes acompanharam os pilotos que competiram pela equipe Honda Racing no maior rally do continente americano. “Uma experiência sensacional estar no Rally dos Sertões com o programa Honda Red Rider, ainda mais de Africa Twin. A identidade com o Rally foi imediata, diria até bem divertido para conhecer a fundo todos os detalhes da modalidade. Confesso que nunca tinha ido a um rally, e fiquei bem impressionado com a estrutura”, analisa Bruno.

Enduro de Belo Vale

Atual campeão de Enduro em Portugal, Bruno seguiu o seu roteiro de competições de volta a Minas Gerais. Disputou o Enduro de Belo Vale, outra etapa do Campeonato Brasileiro. E mais uma vez, degrau mais alto do pódio. “Do Sertões já fui para Belo Vale, outra etapa do Brasileiro de Enduro. Assim como em Aracruz e no Ibitipoca Off Road, também venci os dois dias com a Honda”.

Enduro da Independência

E toma-lhe agenda! De Belo Vale, o próximo destino seria o Rio de Janeiro. Da histórica Paraty, a largada da 41ª edição do Enduro da Independência, prova de 870 quilômetros ao longo de quatro dias até Ouro Branco/MG. Crivilin esteve na briga pelo título até o último dia, e finalizou a prova como vice-campeão na principal categoria, a Elite. “O Enduro da Independência foi um grande desafio. Venci dois dos quatro dias e cheguei na última etapa com um ponto de diferença para o Lulu Paiva, que foi o campeão e está numa fase incrível. Queria muito ter vencido a prova, não escondi a vontade de ganhar, estava confiante, mas faz parte”, explicou.

Brasileiro de Motocross

Chegou ao fim? Ainda não. A turnê pelo Brasil passou ainda pelo interior de São Paulo. Crivilin esteve em Limeira acompanhando os pilotos da equipe Honda na 6ª rodada do Brasileiro de Motocross. E sua torcida deu sorte à equipe: o francês Stephen Rubini venceu as duas baterias da categoria principal com uma Honda CRF 450R, da Equipe Honda Racing Brasil.

Próximos desafios: Mundial e Six Days

Logo após a etapa em Limeira, Crivilin embarcou de volta para a Europa, já envolvido na disputa das duas últimas rodadas do Mundial de Enduro. E analisa tudo o que encarou nesses dois meses de Brasil: "o balanço da passagem pelo Brasil foi extremamente positivo. Fiquei feliz das quatro participações em duas modalidades diferentes: eu venci três e fui vice em uma. Então, isso mostra que consigo manter um alto nível, independente da modalidade".

O capixaba tem noção do grau de desafio para as duas últimas etapas do mundial em Portugal. "Estou confiante. Mesmo com tantas competições e viagens no Brasil, sinto que descansei o que precisava, renovei minhas energias e estou pronto para fechar o Mundial com chave de ouro. Vamos para cima, e quem sabe sejam minhas melhores etapas no ano", finalizou.

Neste final de semana, Crivilin disputa a 6ª e penúltima rodada do Mundial de Enduro em Valpaços, Portugal, de 29/9 a 1º/10. Já na semana seguinte, de novo em terras lusitanas, compete em Santiago do Cacém na 7ª e última etapa do Mundial.

A intensa agenda continua após o Mundial. De volta ao Brasil, intensifica treinos com os companheiros da equipe Honda Racing de Enduro para a disputa do International Six Days Enduro, onde fará parte da Seleção Brasileira na prova que simboliza as “Olimpíadas do Enduro”. A prova será em San Juan, na Argentina, de 6 a 11 de novembro.

Bruno Crivilin é piloto da Honda Racing Brasil e tem patrocínio da Red Bull, Itaminas, ASW Racing, Pró Honda, Airoh, Eleveit, Edgers Racing, X-Brand, Borilli Racing, Pod e O2Cycles.

































Comments


PRO TORK.jpg
Capa.png
capa_bike_281.png
capa_guia_bike_2024.png
POST REDE SOCIAL.png
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page