top of page

Bruno Crivilin vence em casa pelo Brasileiro de Enduro


Pódio da Categoria Elite na abertura do Brasileiro de Enduro 2024 - Mateus Pereira/Dirt Photos

A temporada do enduro nacional teve início nos dias 8, 9 e 10 de março, na cidade de Aracruz, no Espírito Santo. A rodada de abertura do Campeonato Brasileiro, organizada pelo Trail Clube Tribo da Trilha, contou com o retorno do capixaba Bruno Crivilin, depois de 4 anos representando o Brasil no Mundial de Enduro. O piloto local dominou o fim de semana e venceu os dois dias na categoria Elite.

 

A tradicional prova do calendário nacional teve um percurso de três voltas em cada dia, com 50 quilômetros por volta. E em cada volta, três especiais cronometradas: o Cross Teste Honda, o Enduro Teste PMA/Suzano e o Enduro Teste KTM.

 

O percurso contou com três especiais muito bem elaboradas, mesclando vários tipos de terrenos. A primeira especial foi o Cross Teste Honda, no Bela Vista. Esta talvez seja a mais tradicional especial do campeonato, dentro da cidade e sempre com um grande público acompanhando de perto os pilotos em toda sua extensão. A segunda especial foi o Enduro Teste PMA/Suzano, uma especial entre eucaliptos, também de fácil acesso e bem próxima da cidade. A terceira e última especial ficará na memória de todos. A especial KTM começava com um trecho em mata, passava por eucaliptos e finalizava dentro de uma pedreira, proporcionando um visual incrível para pilotos e público.

 

Outro agravante na prova foi o calor no fim de semana, que exigiu ainda mais dos pilotos. Além de acelerar e cuidar da motocicleta, tinham que se preocupar com a hidratação durante todo o dia.

 

Campeonato KIDS - Na sexta-feira (8) foram disputadas as categorias do Campeonato Kids, para pilotos até 17 anos. O dia começou com uma chuva fina mas logo o sol deu as caras e esquentou as disputas no Cross Teste Honda. A primeira etapa foi disputada na parte da manhã e a segunda etapa durante a tarde.

 

A categoria Infantil, para pilotos até 8 anos, o campeão da rodada foi o pequeno Gustavo Calott dos Santos, que venceu as duas etapas do dia e mercou 50 pontos. Em segundo ficou João Roberto Nunes, que ficou com a segunda colocação nas duas etapas e na terceira posição Luiz Fernando Neves.

 

Na categoria Cadete, para pilotos até 12 anos, o melhor foi Davi Dalevedore de Freitas, que venceu as duas etapas e deixa a rodada de abertura como líder do campeonato. Em segundo ficou Pedro Henrique dos Reis Silva e Pedro Henrique Spindler fechou na terceira colocação – os dois empataram em números de pontos e o resultado foi decidido pelo critério de desempate, melhor resultado na segunda etapa.

 

Pela categoria Juvenil, uma bela disputa entre os pilotos locais. Ryan Vassoler venceu na parte da manhã e ficou em segundo na parte da tarde. Leandro Carlesso Ribeiro fez o inverso. Segundo na parte da manhã, se recuperou e venceu a segunda etapa. Empatados em número de pontos, vitória de Leandro pelo critério de desempate. Na terceira colocação ficou Theo Ramos Cravo, que marcou dois terceiros lugares.

 

Pela categoria Feminina Eduarda Campos Araújo ficou com a primeira posição e os 50 pontos da rodada.

 

Categoria ELITE – Na categoria Elite estão os pilotos das categorias E1, E2, E3, E4 e EJ. E retornando à disputa do Campeonato Brasileiro, o piloto local Bruno Crivilin contou com a força da torcida da sua cidade natal e dominou a rodada de abertura conquistando a vitória nos dois dias. Crivilin venceu praticamente todas as especiais do fim de semana – deixou de vencer apenas uma especial, depois de sofrer uma queda. Com o resultado, o 10 vezes campeão brasileiro segue para a segunda etapa utilizando o Number Plate dourado de líder do campeonato. Terceiro colocado na etapa do sábado, o paulista Vinicius Calafati ficou com a segunda posição no domingo, garantindo o segundo lugar na soma das etapas. Na terceira colocação ficou o argentino Crispy Arriegada.

 

Na categoria E1, para motos até 250cc, vitória do aracruzense Bruno Crivilin nas duas etapas, conquistando os 50 pontos distribuídos na rodada. NA segunda colocação ficou o mineiro Joaquim Neto e em terceiro Loandro Lolo Anton, de Rio Negrinho/SC.

 

Na categoria E2, para motos de 250cc a 450cc, um belo duelo entre Brasil e Argentina. No sábado a vitória foi do argentino Crispy Arriegada, no domingo o brasileiro Vinicius Calafati foi o melhor. No critério de desempate melhor para Calafati, que venceu o segundo dia. Na terceira colocação ficou o jovem piloto paulista Renato Paz, o Muguinho.

 

Na categoria E3, para motos de dois tempos acima de 255cc e quatro tempos acima de 455cc, o atual Campeão Brasileiro de Enduro, o capixaba Patrik Capila, venceu os dois dias e segue para a segunda rodada liderando o campeonato na categoria. Correndo em casa, Felipe Caliari foi o segundo colocado e o mineiro Luciano Rocha ficou com a terceira colocação.

 

Na categoria E4, para motos com potência até 36cv, o mineiro e atual campeão da categoria Alexandre Valadares venceu as duas etapas disputadas. O capixaba Flávio Volpi ficou com a segunda colocação e João Vitor Freitas foi o terceiro colocado.

 

Na categoria EJ, para pilotos até 23 anos, uma bela disputa que deixou o campeonato embolado e os três primeiros colocados separados por apenas dois pontos na classificação. O vencedor na soma dos dois dias foi Gustavo Mazon Meireles, que marcou 45 pontos na rodada. Em segundo lugar ficou o piloto local Danilo Sfalsim, com 44 pontos e na terceira colocação João Pedro Basílio, com 43 pontos.

 

Categoria OPEN – O venezuelano Humberto Martin, o Machito, dominou a categoria Open e venceu os dois dias. 15 vezes campeão venezuelano de Motocross, mostrou habilidade também nas trilhas e sai como favorito ao título. Na segunda colocação ficou o jovem goiano Gustavo Bonfim Ribeiro e em terceiro o piloto local Phabulo Wilians Calheiros.

 

Na categoria EI (Intermediária), bela disputa entre o goiano Arthur Marques e o paulista de Mogi Mirim João Pedro Martini. Os dois empataram nos pontos com uma vitória e um segundo lugar para cada e no critério de desempate melhor pro goiano que deixa a rodada inicial com a vitória. Na terceira colocação ficou o catarinense Fabricio Theiss.

 

Na categoria EIA (Importada Amadora), mais uma bela disputa pela vitória e novo empate na soma de pontos. No critério de desempate a vitória na etapa ficou com o goiano Felipe Macedo Dantas e o catarinense Allan Roberto Momm foi o segundo colocado. Em terceiro ficou o capixaba Frederico Mediote Rangel.

 

Pela categoria ENA (Nacional Amadora) o capixaba Anderson Marcio Simoni marcou os 50 pontos na rodada.

 

Na categoria Youth, para pilotos até 18 anos, a vitória ficou com o goiano Gustavo Bonfim, que venceu as duas etapas. O gaúcho Felipe Fornazieri ficou com a segunda colocação e o capixaba Estevão Mediote Rangel foi o terceiro.

 

Na categoria E35, para pilotos acima de 35 anos, o venezuelano Humberto Machito Martin foi o melhor e venceu as duas etapas. Na segunda colocação ficou o aracruzense Phabulo Wilians Calheiros e em terceiro o capixaba Maurício Veloso Jr, o Primo.

 

A categoria E40, para pilotos acima de 40 anos, teve vitória do paulista Ewerson Lorenzi Araújo, o melhor nas duas etapas do fim de semana. Na segunda colocação ficou outro paulista, Claudiney da Silva Couto e em terceiro lugar o piloto de Iuna/ES, Adriano Cristiano Horst.

 

Na categoria E45, para pilotos acima de 45 anos, vitória dominante do capixaba Jober Zambaldi, o Padeirinho, vencedor das duas etapas. Na segunda colocação ficou o mineiro Willian Menezes e em terceiro o paulista de Sorocaba, Luciano de Menezes.

 

Na categoria E50, para pilotos acima de 50 anos, quem se deu melhor foi o mineiro Frederico Bicalho Garcia. Empatado no número de pontos, mas perdendo pelo critério de desempate, o goiano Kleber Nunes Gonçalves ficou com a segunda colocação. Em terceiro ficou Leonardo Souza Lima, de Uberaba/MG.

 

Na categoria E55, para pilotos acima de 55 anos, vitória nas duas etapas do experiente Manuel Simas que deixa a etapa capixaba como líder do Campeonato com 50 pontos. Na segunda colocação ficou o piloto de Macaé, no Rio de Janeiro, Jesus Rodrigues Fernandes. Em terceiro, o capixaba Luiz Alberto Croce.

 

Na categoria EF, Feminina, mais uma disputa entre Brasil e Argentina. E novamente, o Brasil se deu melhor: a goiana Bárbara Neves venceu as duas etapas e a argentina Valentina Forti ficou com a segunda colocação na prova.

 

Os pilotos agora tem um pequeno período de descanso até a próxima prova, entre os dias 19 e 21 de Abril. A prova será disputada na cidade de Biguaçu, em santa Catarina.

 

A rodada de abertura foi realizada pelo Trail Clube Tribo da Trilha e supervisionada pela Confederação Brasileira de Motociclismo.

O Campeonato Brasileiro de Enduro é patrocinado por Honda e KTM. Conta com o copatrocínio de TM Moto, Husqvarna, Sherco, Mattos Racing, Nitro Moose, EKS Brand, Goldentyre, S3 Parts, MRPro Braces, 230 Brasil, Sig Visual, Borilli, América Sports, Just1 e Visuality.

 

Calendário – Brasileiro de Enduro 2024

8 a 10 de Março – Aracruz/ES19 a 21 de Abril – Biguaçu/SC24 a 26 de Maio - Venda Nova do Imigrante/ES28 a 30 de Junho - Belo Vale/MG16 a 18 de Agosto - Castro Alves/BA20 a 22 de Setembro - Coqueiro Baixo/RS8 a 10 de Novembro – Mairiporã/SP







































Comments


PRO TORK.jpg
CAPA 344.jpg
capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
POST REDE SOCIAL.png
BANNER MICHELIN JAN24.jpg
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page