top of page

Brasileiro de Enduro celebra os campeões da temporada 2022


Piloto Vinicius Calafati é destaque com os títulos da Elite (geral) e da categoria E1 no Brasileiro de Enduro 2022. Crédito: Dirt Photos

Após sete provas e muitas emoções nas trilhas, o Brasileiro de Enduro para motocicletas celebrou os campeões da temporada 2022 neste domingo (9/10), na rodada final, realizada em Mairiporã (SP). Foram definidos os vencedores de 19 categorias, além da Elite (geral), incluindo divisões exclusivas para as mulheres e os jovens talentos do esporte. O paulista Vinicius Calafati, da equipe Honda Racing, conquistou grande destaque ao levar de forma inédita os títulos da Elite e da classe E1.

A disputa do Brasileiro de Enduro 2022 teve início com a prova de Itapema (SC) e passou pelas cidades de Patrocínio (MG), Belo Vale (MG), Aracruz (ES), Novo Horizonte (SC) e Farroupilha (RS), até a rodada dupla final, em Mairiporã (SP). “Andamos por diversos lugares do Brasil, que é um país enorme. O campeonato transcorreu da melhor forma possível, foi brilhante e pleno. Tivemos dificuldades pelo caminho, claro, mas todas foram superadas. O Brasileiro de Enduro 2022 foi grandioso, como o nosso país merece”, afirma Maurício Brandão, promotor da competição. Outro ponto importante foi o incentivo para a chegada de novos pilotos no campeonato nacional. “Na prova final, tivemos 10 pilotos da Bahia e um do Maranhão, é uma grande satisfação receber competidores do Nordeste. Eu também fiquei muito feliz porque durante todo o ano fizemos ações para incentivar a presença das mulheres, inclusive por meio da isenção das inscrições, e na prova final tivemos o recorde de 14 meninas. Foi bastante relevante, isso nos estimula a continuar tentando trazer mais mulheres para o evento. Temos também a participação de pilotos de outras modalidades, como o motocross e o supermoto, ou seja, há espaço para todos.”

Por conta dos resultados consistentes obtidos em 2022, a expectativas são grandes para o ano que vem. “É uma grande satisfação mostrar a evolução do campeonato a cada ano. Para 2023, as possibilidades são muito amplas e positivas. O calendário do Brasileiro de Enduro já está quase pronto, vamos ter provas emocionantes e uma grande confraternização no final, já que somos uma família”, conclui Brandão.


Confira o que disse a maioria dos vencedores da temporada 2022: Vinícius Calafati (equipe Honda Racing, campeão da Elite / geral e da categoria E1) – “Foi uma carreira toda pensando nesse título brasileiro da geral e, com um ótimo trabalho meu e de toda a equipe Honda Racing, agora chegou a minha vez. Estou muito feliz por essa conquista”. Patrik Capila (equipe MXF, campeão da categoria E2) – “Conquistei mais um título brasileiro, graças a Deus, e foi bem sofrido e batalhado. A disputa foi intensa e a minha equipe trabalhou muito bem. Para mim, foi um título de superação e quero agradecer os meus patrocinadores e minha equipe, já estou de olho em 2023”.


Patrick Capila/MXF - Foto Dirt Photos

Crispy Arriegada (campeão da categoria E3) – “Sou campeão brasileiro e isso é incrível. Foi um ano bem difícil, mas conseguimos o objetivo principal. Estou muito feliz e agora estou com o numeral 1”.


Crispy Arriegada/KTM - Foto Dirt Photos

Luciano Rocha (equipe IMS Enduro Racing Team, campeão da EJ) – “Estou esperando esse título há muito tempo, estava engasgado, e graças a Deus dessa vez deu tudo certo. O campeonato foi muito difícil e estou muito contente com esse presente de aniversário”.


Alexandre Valadares “Brankim” (equipe Honda Racing, campeão da E4) – “Bicampeão brasileiro, agora com a equipe Honda Racing, e estou muito feliz com mais um título nacional. Agradeço a equipe por todo o suporte prestado o ano inteiro, agora é só comemorar”. Felipe Carlette (equipe Team Carlette, campeão da EIntermediária) – “Foi muito bom. Depois de dois anos afastado do campeonato, deu tudo certo e conquistei o título. Passamos por muitos obstáculos durante o ano e a missão foi cumprida”. André Luiz Dalsasso (equipe KTM Sportbay, campeão da E35) – “Foi o meu primeiro ano no Brasileiro de Enduro e uma temporada difícil para mim, mas o resultado está aí. Quero agradecer a Deus, minha família, patrocinadores, equipe e todos que me ajudaram”.

José Monteiro (campeão da E40) – “Primeiro eu quero agradecer a Deus por estar aqui. Foi um ano muito difícil, de bastante treino, e quero agradecer de forma especial o meu patrocinador Raposão e todos os meus apoiadores por me proporcionarem tudo isso”. Frederico Bicalho (equipe Q4, campeão da E45) – “Emocionante, hoje é um dia de muita emoção e agradecimento. Esse é o meu segundo título nacional, a primeira conquista foi em 2019. Quero agradecer muito a minha família, que me apoia, e o pessoal da equipe Q4, que está sempre junto comigo. Quero dedicar esse título a um cara muito especial do nosso time, o Tiago Paschoal, que era para estar aqui com a gente”. Márcio Rogério do Nascimento “Joanita” (equipe Mattos Racing, campeão da E50) – “Terceiro título nacional. Depois de 17 anos parado, afastado das competições nacionais, voltei pela equipe Mattos Racing e deu tudo certo, tenho mais um título para comemorar”.

Bárbara Neves (equipe Honda Racing, campeã da EF) – “Consegui fazer uma temporada muito boa, mesmo com imprevistos ao longo do ano, e não foi nada fácil. Estou muito feliz e me sinto mais madura em todos os aspectos, o ano trouxe muitas lições como pessoa e como atleta, e ainda finalizo a temporada como campeã brasileira de novamente”.


Barbara Neves/Honda - Foto Dirt Photos

Jean Izaias (equipe Team Carlette, campeão da EAmador Nacional) – “É bom demais conquistar o meu primeiro título brasileiro. Estou muito feliz e o ano que vem promete”.

César Vinicius Costa Boaventura (campeão da EAmador Importada) – “Estou muito feliz, é a primeira vez que sou campeão brasileiro então a experiência é incrível”. João Pedro Basílio (equipe Q4, campeão da Youth) – “No começo do ano tive muito problema, tanto que não vim na primeira prova, mas treinando e evoluindo sempre consegui o primeiro título nacional. Estou muito feliz com essa vitória”. Estevão Rangel (equipe BC11, campeão da Juvenil) – “A prova final foi muito boa e não perdi nenhuma etapa do Brasileiro esse ano. Consegui fazer resultados e tempos muito bons. Ano que vem tem mais, a expectativa para o futuro é muito boa”. Leandro Carlesso (campeão da Cadete) – “Ter a minha primeira faixa de campeão brasileiro é uma satisfação muito grande. Foi uma temporada boa e ano que vem subo de categoria para a Juvenil. Vamos para cima”. João Pedro Gruli (campeão da Infantil) – “Foi muito legal e estou muito feliz com o título de campeão”. Gabriela Azevedo (campeã da Feminina Kids) – “Foi o terceiro título na categoria e a minha evolução tem sido muito boa. A cada ano, percebo que melhoro bastante. Ano que vem continuo na mesma categoria, quem sabe no futuro estarei na categoria feminina principal, fazendo todo o percurso das provas junto com as meninas. Quero continuar competindo, eu adoro fazer isso”.

O Brasileiro de Enduro 2022 foi patrocinado por Honda, TM Racing e KTM. O campeonato contou com o apoio de Borilli, Mattos Racing, Biker, IMS Racing, Motorex, Dica, Edgers, Race Tech, Sig Visual, BMS Racing, MR Pro Braces, Parts 57, Expocaccer, HSS, America Sports, Soul MX Trilha, Bomba Racing, Motofire, MCorse, Bamba Racing, Jarva Racing e Tribo Motos. A prova de Mairiporã (SP) teve o apoio de Federação Paulista de Motociclismo, Campeonato Paulista Dica Bike World de Enduro, Prefeitura Municipal e Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Juventude.


Campeonato Brasileiro de Enduro 2022

Classificação final (após 14 etapas)

Elite (geral) 1º – Vinicius Calafati – 300 pontos 2º – Patrik Capila – 256 pontos 3º – Rômulo Bottrel – 238 pontos


E1 1º – Vinicius Calafati – 300 pontos 2º – Fernando Pereira “Juruna” – 256 pontos 3º – Lolo Anton – 252 pontos


E2 1º – Patrik Capila – 294 pontos 2º – Rômulo Bottrel – 273 pontos 3º – Vitor Borges Garcia – 249 pontos


E3 1º – Crispy Arriegada – 292 pontos 2º – Bruno Martins – 259 pontos 3º – Nicolás Rodriguez – 251 pontos

EJ 1º – Luciano Drumond Rocha – 285 pontos 2º – Joaquim Antônio de Oliveira Neto – 283 pontos 3º – Jean Zandonadi – 242 pontos


E4 1º – Alexandre Valadares “Brankim” – 294 pontos 2º – Leoncio Krüger – 276 pontos 3º – Flávio Volpi – 142 pontos


EIntermediária 1º – Felipe Carlette – 286 pontos 2º – Maurício Quadros – 275 pontos 3º – João Pedro Martini – 250 pontos


E35 1º – André Luiz Dalsasso – 291 pontos 2º – Felipe Legarrea – 279 pontos 3º – Aloizio de Assis Filho “Loló” – 205 pontos


E40 1º – José Monteiro – 284 pontos 2º – Adriano de Ávila – 265 pontos 3º – Claudiney da Silva Couto – 232 pontos


E45 1º – Frederico Bicalho – 273 pontos 2º – Luciano de Menezes – 262 pontos 3º – William Menezes – 224 pontos


E50 1º – Márcio Rogério do Nascimento “Joanita” – 297 pontos 2º – Luiz Barbosa de Almeida Júnior – 206 pontos 3º – Júlio César Pereira – 182 pontos


E55 1º – Manuel Simas – 225 pontos 2º – Valvissir Antonio Aguilar – 86 pontos 3º – Cláudio de Queiroz – 50 pontos


EF 1º – Bárbara Neves – 300 pontos 2º – Larissa Lelis – 201 pontos 3º – Erika Mroginski – 78 pontos


EAmador Nacional 1º – Jean Izaias – 285 pontos 2º – Leonel Henique Zanatto – 209 pontos 3º – Otávio Pellegrino Chicarroni – 205 pontos


EAmador Importada 1º – César Vinicius Costa Boaventura – 228 pontos 2º – Allison Pinto – 206 pontos 3º – Vinicius Aguilar – 126 pontos


Youth 1º – João Pedro Basílio – 142 pontos 2º – Danilo Sfalsim – 134 pontos 3º – Frederico Mediote Rangel – 118 pontos


Infantil 1º – João Pedro Grulli – 144 pontos 2º – Henrique Carlesso – 144 pontos 3º – Joaquim Xavier Legarrea – 44 pontos


Cadete 1º – Leandro Carlesso – 150 pontos 2º – Pedro Henrique Splindler – 136 pontos 3º – Theo Ramos – 60 pontos


Juvenil 1º – Estevão Rangel – 150 pontos 2º – Gabriel Kons – 126 pontos 3º – Murilo de Oliveira Cruz – 120 pontos


Feminina (Kids) 1º – Gabriela Azevedo – 150 pontos 2º – Kamili Martins – 138 pontos 3º – Lara – 40 pontos


Resultados (três primeiros) / Prova de Mairiporã (SP)

Geral 1º – Vinicius Calafati – 50 pontos 2º – Patrik Capila – 42 pontos 3º – Nicolas Rodriguez – 36 pontos


E1 1º – Vinicius Calafati – 50 pontos 2º – Fernando Pereira “Juruna” – 44 pontos 3º – Lolo Anton – 40 pontos


E2 1º – Patrik Capila – 50 pontos 2º – Vitor Borges Garcia – 44 pontos 3º – Willian Lauers Dalmonech – 40


E3 1º – Nicolás Rodriguez – 50 pontos 2º – Crispy Arriegada – 44 pontos 3º – Bruno Batista Martins – 40 pontos


EJ 1º – Joaquim Antônio de Oliveira Neto – 45 pontos 2º – Luciano Drumond Rocha – 45 pontos 3º – Bernardo Eto Tibúrcio – 44 pontos


E4 1º – Alexandre Valadares “Brankim” – 47 pontos 2º – Leoncio Krüger – 47 pontos 3º – Rafael Gomes Alves – 40 pontos


EIntermediária 1º – Felipe Rogério Carlette – 50 pontos 2º – Maurício Quadros – 42 pontos 3º – Joaquim Pedro Lanzi Martini – 42 pontos


E35 1º – Felipe Legarrea – 47 pontos 2º – André Luiz Dalsasso – 47 pontos 3º – Evaldo Tavares Nespoli – 40 pontos


E40 1º – José Monteiro – 43 pontos 2º – Rodrigo Lopes da Silva – 42 pontos 3º – Adriano de Ávila – 42 pontos


E45 1º – Luciano de Menezes – 50 pontos 2º – Márcio Tazinazzo – 42 pontos 3º – Frederico Bicalho – 42 pontos


E50 1º – Júlio César Pereira– 47 pontos 2º – Márcio Rogério do Nascimento – 47 pontos 3º – Luiz Barbosa de Almeida Junior “Lula” – 40 pontos


E55 1º – Manuel Francisco de Jesus Correia – 50 pontos 2º – Valvissir Antonio Aguilar – 44 pontos 3º – Júlio Figueiredo – 20 pontos


EF 1º – Bárbara Neves – 50 pontos 2º – Larissa Lelis dos Santos – 44 pontos 3º – Erika Mroginski – 38 pontos


EAmador Nacional 1º – Otávio Pellegrino Chicaroni– 50 pontos 2º – Jean Izaias – 44 pontos 3º – Iran Castro Bitencourt – 38 pontos


EAmador Importada 1º – Allisson Henrique Silva Pinto – 47 Pontos 2º – Vinicius Agullar – 47 Ponto 3º – Leonardo Houf de Oliveira – 40 Pontos


Youth 1º – João Pedro Gonsalves Basilio – 50 pontos 2º – Marcelo Barroso Filho – 42 pontos 3º – Matheus Stumpf – 40 pontos


Infantil 1º – Henrique Spinassé - 47 pontos 2º – João Pedro Valverde Gruli – 47 pontos 3º – Felipe Cruz Pimenta – 38 pontos


Cadete 1º – Leandro Carlesso Ribeiro – 50 pontos 2º – Pedro Henrique Splindler – 44 pontos 3º – Pedro Augusto Costa– 38 pontos

Juvenil 1º – Estevão Rangel – 50 pontos 2º – Gabriel Konz – 42 pontos 3º – Isaac Scardini – 42 pontos


Feminina (Kids) 1º – Kamile Martins – 47 pontos 2º – Gabriela Azevedo – 47 pontos























コメント


PRO TORK.jpg
CAPA 344.jpg
capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
POST REDE SOCIAL.png
BANNER MICHELIN JAN24.jpg
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page