top of page

Arena Cross recebe convidados estrangeiros para a Super Final no Pavilhão Anhembi


A participação de pilotos estrangeiros convidados se tornou a marca registrada da Super Final do Arena Cross. Desde quando esse novo formato para as últimas etapas foi iniciado, em 2021, a decisão do campeonato passou a ser um grande evento internacional. Para encerrar a temporada 2023 da edição histórica de 25 anos de uma das principais competições do motociclismo nacional, nesta sexta-feira e sábado (30/6 e 1/7), o Pavilhão do Anhembi, em São Paulo, receberá três norte-americanos e um espanhol, além de todos os outros que disputaram as duas primeiras rodadas.


Dos Estados Unidos, Tyler Bowers retorna ao Brasil. Ele é tetracampeão do Arena Cross USA, tem três pódios no Supercross Americano e uma vitória no Supercross na 250SX. Justin Starling, foi o oitavo colocado no AMA Supercross 2023, em Salt Lake City. Ficou em 17º na geral do AMA Supercross 2023, tem no currículo um top 5 no AMA Supercross 250cc e foi três vezes top 10 no AMA Supercross 450cc. Tristan Lane venceu a Last Chance Qualifier, no AMA Supercross, em Denver deste ano e fechou a temporada com dois top 13. Pela Espanha, Joan Cros é tetracampeão espanhol de supercross, campeão espanhol de motocross, disputou o AMA Supercross 2023 e inclusive venceu a corrida Last Chance Qualifier da etapa final da temporada.


Estão também nesta Super Final, os pilotos estrangeiros Paulo Alberto, português dono de cinco títulos do Arena Cross, contando Pró e MX2, atual líder que busca ser o maior vencedor do campeonato; seu conterrâneo Hugo Basaúla, e o equatoriano radicado no Peru, Jetro Salazar. Os três já compõem o campeonato desde o início da temporada.


Assim como nos dois últimos anos, a pista da Super Final do Arena Cross 2023 tem autoria pelos ingleses Justin Barclay e Alfie Smith, responsáveis pelos traçados de grandes competições, como o Mundial de Motocross e atualmente pelo Mundial de Supercross. O evento contará com estrutura e cenografia para proporcionar um grande show para cerca de 16 mil pessoas. Praça de alimentação, estandes com exposição de produtos, sessões de autógrafos e distribuição de brindes são algumas das atrações dos dois dias.


A história do Arena Cross com os estrangeiros já vem de longa data. Dos 24 títulos disputados da principal categoria, 15 são de pilotos brasileiros e 9 de estrangeiros. Em 2011, Roberto Castro, da Costa Rica, foi campeão da Pró/MX1. Depois, os vencedores foram o inglês Adam Chatfield (2012), o português Joaquim Rodrigues (2013), o espanhol Carlos Campano (2014) e o português Paulo Alberto (2015). Este último levou a melhor também em 2018 e 2020. No dois últimos anos (2021 e 2022), Anthony Rodriguez, da Venezuela, faturou o título da classe Pró, para motos até 450cc.


Vale lembrar a presença de outros gringos na Super Final, como os norte-americanos Josh Hill, Ryan Breece e do inglês Joe Clayton, em 2022, e Cade Clason e Henry Miller, em 2021. Cheyenne Harmon, dos EUA, competiu ano passado a temporada toda.


Do lado brasileiro na principal categoria, a Super Final do Arena Cross 2023 terá nomes como Hector Assunção, pentacampeão da competição; Jean Ramos, bicampeão da classe Pró, entre outros destaques da temporada, como Gabriel Andrigo, Caio Lopes, Ramyller Alves, Leonardo Souza, Lucas Dunka e Gabriel Montagner.


Além da categoria Pró, o Arena Cross conta com as classes AX2 (de 14 a 23 anos e motos até 250cc), 65cc (de 7 a 12 anos) e 50cc (de 5 a 9 anos). As corridas terão transmissão ao vivo pelo canal SporTV e também pelas redes sociais Facebook (Arena Cross Brasil) e YouTube (Arena Live Brasil).


Ingressos ainda podem ser adquiridos


O valor da arquibancada geral por dia é R$ 40 (inteira) ou R$ 20 (meia-entrada). Já o passaporte de sexta e sábado fica R$ 60 (inteira) ou R$ 30 (meia-entrada). Há também o ingresso para a Torcida Arena, que dá direito de visitação aos boxes em horários determinados. O preço é R$ 100 por dia ou R$ 150 os dois dias. As entradas são limitadas e o estacionamento é a parte.


O Arena Cross 2023 tem patrocínio da Monster, Honda, Pro Honda e Sportbay; copatrocínio da Yamaha, KTM, Kawasaki, Husqvarna e Golden Tyre. O apoio é da Prefeitura da Cidade de São Paulo, Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), Distrito Anhembi, revista Revista Dirt Action, Show Radical e Moto Channel Brasil. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). A realização é da Romagnolli Promoções e Eventos e da Liga Nacional de Esportes a Motor (Linem).


Serviço:

Arena Cross 2023 – Super Final

Data: 30 de junho e 1 de julho (sexta e sábado)

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi – Pavilhão Norte

Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1.451 – São Paulo (SP)


Ingressos:

Vendas disponíveis em www.arenacross.com.br/ingressos


Arquibancada geral

Inteira – R$ 40 por dia

Meia-entrada – R$ 20 por dia


Arquibancada geral – passaporte promocional 2 dias

Inteira – R$ 60

Meia-entrada – R$ 30


Torcida Arena (acesso aos boxes em horários determinados)

Inteira – R$ 100 por dia


Torcida Arena– passaporte promocional 2 dias

Inteira – R$ 150 por dia


Programação sexta (30/6) e sábado (1/7):

13h – Treinos livres

15h – Abertura dos portões

15h30 – Treinos classificatórios

17h às 17h50 – Visitação aos boxes (Torcida Arena)

18h às 18h50 – Sessão de autógrafos

19h10 – Abertura do evento

19h20 – Duelo 1x1 Pró

19h30 – Solenidade oficial

19h50 – Prova 50cc

20h10 – Prova 65cc

20h30 – Show de Freestyle

21h – Prova Pró (1ª bateria)

21h30 – Prova AX2

22h – Prova Pró (2ª bateria)

22h30 – Pódio e encerramento


Calendário Arena Cross 2023

1ª etapa – 13 de maio – Caraguatatuba (SP)

2ª etapa – 3 de junho – Jundiaí (SP)

3ª etapa – 30 de junho – São Paulo (SP)

4ª etapa – 1 de julho – São Paulo (SP)


.


























Comments


PRO TORK.jpg
CAPA 345.png
capa_bike_281.png
capa_guia_bike_2024.png
POST REDE SOCIAL.png
ConjuntoSPrint.gif
unnamed.jpg
unnamed (1).jpg
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.04.jpeg
bottom of page