AMA Supercross não será mais válido para o Mundial


A Field Motors Sports, organizadora do campeonato americano de supercross, comunicou que não renovou acordo com a Federação Internacional de Motociclismo - FIM, que validava o campeonato como Mundial. A partir da próxima temporada, volta a ser apenas um campeonato nacional. Depois de duas décadas este acordo termina em virtude das dificuldades da pandemia, segundo os organizadores.


O Campeonato Monster Energy AMA Supercross continua a atrair alguns dos melhores pilotos nacionais e internacionais , inclusive campeões mundiais como o alemão da Honda Ken Roczen ou Marvin Musquin da KTM. “Em primeiro lugar, gostaria de agradecer à Feld Entertainment, não apenas por uma parceria tão longa e excelente, mas também pelo seu imenso trabalho em fazer do Monster Energy AMA Supercross Championship o produto maravilhoso que é hoje. Acredito firmemente que, em circunstâncias normais, este é um acordo que teria sido prorrogado por mais um período e que teria continuado a crescer com força. Dito isso, entendemos perfeitamente a situação atual e respeitamos a decisão que foi tomada. Com o apoio contínuo da nossa federação nacional na América do Norte - a AMA - estou confiante de que a série irá em breve recuperar os níveis de antes da pandemia e que no futuro teremos a oportunidade de explorar um novo acordo. Nesse ínterim, em nome da FIM, gostaria de desejar muito sucesso aos nossos amigos americanos. ” afirmou Jorge Viegas, Presidente da FIM.





























































PRO TORK.jpg
capa_dirt_321_jun22.png
capa_moto_178_jun22.png
capa_guiamoto_jan21.png
capa_bike_261_mai22.png
capa_bike_GUIA22.png
new classic (227 px × 227 px).jpg
unnamed.gif
BANNER VEDAMOTORS 321.jpg