• DirtAction

Brasileiro de Motocross - próxima etapa neste fim de semana


A próxima parada será na cidade de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul que recebe também a etapa válida pelo Campeonato Estadual da competição com o apoio da Prefeitura Municipal e Câmara dos Vereadores. A cidade que faz divisa com o estado de São Paulo será o palco da terceira etapa da competição nos dias 01 e 02 de junho. As provas acontecem no Arena Mix. Ao todo serão sete etapas da competição na temporada 2019.

No Motocross as competições acontecem em pistas fechadas, com uma quantidade variada de saltos, curvas, retas e costelas (pequenas lombadas) que desafiam ao máximo a habilidade e coragem dos pilotos. Para esta etapa os pilotos vão contar com um circuito de 1.430 metros em uma pista plana com 21 obstáculos projetados e 14 curvas que vão exigir muita técnica dos competidores.

Em Três Lagoas apenas a categoria MXF ficará de fora, mas volta à pista nos dias 22 e 23 de junho em Fama (MG) para realizar sua penúltima etapa, coforme previsto no adendo do regulamento da competição. O documento prevê 04 (quatro) etapas válidas pelo campeonato para a classe feminina e a Nacional-Pró, já para as classes Elite-MX, MX1, MX2, MX3, MX2JR, MXJR, 65cc e 50cc serão de 6 a 8 etapas e para MX4 e MX5 serão 06 (seis).

Os pilotos que participam da categoria MX Elite, classe criada no ano passado que reúne os dez pilotos mais velozes da MX1 e MX2 e dois mais rápidos da MX3 em uma única bateria vão poder disputar além do cinco lugares no pódio a premiação em dinheiro da Confederação Brasileira de Motociclismo. Ao todo serão 16mil reais distribuídos entre os trinta e dois primeiros colocados da classe. Uma iniciativa da CBM realizada desde o 2018 quando a categoria foi criada.Uma motivação a mais para os pilotos darem um show de velocidade, habilidade e técnica para as mais de 10 mil pessoas esperadas no evento do final de semana.

As equipes que vão competir devem se apresentar somente na sexta-feira à secretaria de prova com a confirmação da inscrição e os documentos médico e termo de responsabilidade. No sábado a secretria não funcionará para esta finalidade.

"Não vejo a hora de voltar a competir. Depois da segunda etapa, fiquei no Brasil me preparando e me sinto muito bem. Fui bem na etapa passada, ganhei uma bateria. Esta pista de Três Lagoas me agrada, me dei muito bem em 2013 e 2014 nela. Vamos em busca da vitória e da liderança do campeonato." disse Carlos Campano da Yamaha, atual campeão da MX1.

Seu companheiro de equipe, Fábio Santos, que venceu a primeira etapa comentou? "Ainda não estou 100% da minha lesão recente, sofrida na etapa anterior do Brasileiro, 15 dias atrás, mas estou bastante confiante. Vai ser mais uma etapa que vou dar o meu melhor para somar pontos importantes para chegar bem na na reta final do campeonato. Sem dúvidas, espero manter o plate vermelho de líder após etapa."

“Depois que passou a tensão desse início de competição, eu me sinto muito mais forte para ganhar o máximo de corridas até o final da temporada. A moto está bem acertada e perfeita para essa meta”, destaca Héctor Assunção da Honda, vencedor da primeira etapa do campeonato.

Jetro Salazar, campeão em 2018 na Elite MX, ressalta o piso de areia como destaque desta etapa. “Para isso, fizemos nossos treinos em um terreno mais arenoso, que com certeza exigirá bastante da parte física. Identificamos os erros da etapa passada e já corrigimos para buscarmos os melhores resultados”, completa o equatoriano, segundo colocado na classificação da Elite MX e terceiro da MX1 na primeira etapa.

A CBM fará a transmissão ao vivo das provas oficiais do sábado e do domingo no canal CBMTV no youtube no qual o público também poderá interagir através da hashtag #cbmtv. O Campeonato Brasileiro de Motocross tem o patrocínio da Honda, Rinaldi, Yamaha, IMS, Circuit e apoio da Uniart Troféus


REVISTA DIRT ACTION

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram