Buscar: Em:
EICMA 2017 - Muitos lançamentos
 

  Honda Africa Twin Adventure Sports
Celestino Flaire Jr.  
07/11/2017





Estamos presentes do Salão de Milão, o EICMA, que apresentou inúmeros lançamentos. A BMW trouxe a K 1600 Grand América, a scooter C 400 X, com motor de 350cc com potência de 34 cavalos a 7500 rpm, câmbio CVT, controle de motor digital entre outras novidades, e as novas F 750 e 850 GS, que segundo a empresa podem ser fabricadas na India, sendo que elas foram completamente reformuladas, com vusal mais agressivo,  motor de dois cilindros de 853c, com 78cv para a 750 e 96cv para a 850, sistema ABS, controle de estabilidade e modos de pilotagem Rain, Road e Standart . A Kawasaki apresentou as já divulgadas Ninja 400 e a Z900 RS, mas trouxe de novidade a Ninja H2 SX, uma superchalenge com motor de potência máixma de 200cv, cruise control, quickshifter, peso de 190kg, chassi de treliça entre outros atributos. A marca britânica Triumph trouxe as novas Tiger 800 XC e XR, que segundo a fábrica apresentam mais de 200 atualizacões, com motor de potência máxima de 95cv, câmbio mais curto, com visual mais fino, sistema de escapamento mais leve, novo display com 5 cores,freios dianteiro Brembo, configurações nas suspensões, luzes de LED, para-brisa ajustável, cruise controle revisado, entre outras novidades.






Aproveitando a plataforma do seu sucesso de vendas na Europa, a Honda apresentou no Salão de Milão deste ano uma nova versão da CRF 100L Africa Twin, a Adventure Sports, que apresenta particularidades como a carenagem maior, manoplas aquecidas, barras de proteção de cárter, tanque de combustível maior, assento mais plano e mais alto, pedaleiras mais largas, sistema de suspensão Showa com monoamortecedor trasieototalmente ajustável, sistema ABS, nova caixa de ar, motor atualizado, modos de pilotagem com interruptor para aumentar a funcionalidade off-road, sistema eletrônico do acelerador (TBW), sistema de embreagem automática avançada (DCT), controle de torque (HSTC) entre outros atributos.


Outra novidade foi a nova CBR 1000R com estilo minimalista e elegante, que se difere das tendências dos modelos naked, com poucas peças de plástico (apenas 6), sedno a maioria de metal, tanque de combustível sem soldas visíveis, com motor com potência máxima de 145 cv, acelerador eletrônico (TBW), 4 modos de pilotagem, sendo um para personalização, novo chassi, suspensão Showa SFF BP, quickshifter, controle de tração (HSTC), entre outras. Na linha CB, ela também apresentou as novas 125R e 300R, além de um modelo conceito, a CB4 Interceptor, uma proposta elegante e esportiva, projetada pelo designer Valerio Aiello, com detalhes específicos, como a pequena carenagem do farol, braço oscilante único.


A marca austríaca KTM apresentou a nova 790 Duke, com visual agressivo, seguindo o estilo da fábrica, motor de 799cc que desenvolve 105 cv a 9.000 rpm, primeiro paralelo da marc, câmbio de seis velocidades, chassi de aço incorporado com o motor, sistema de suspensão WP com garfos de 43mm e monoshock na traseira, freio dianteiro duplo de 300mm e traseiro de 240mm com sistema ABS que pode ser desligado, controle de tração e modos de pilotagem. Ela também apresentou seu modelo trail (protótipo) que utiliza o mesmo motor, a 790 Adventure, com 100 cv de potência, roda dianteira de 21 polegadas, para-lama alto, farol seguindo a tendência dos novos modelos da marca, sistema de escapamento dois em um da marca Akrapovic, que não virá no modelo de série, farol em LED, braço oscilante em alumínio entre outras especificações. No estande da KTM, a nova versão da 390 Duke, com novo visual, mas agressivo e seguindo o estilo dos modelos Duke de maior cilindrada.


A sua parceira, a Husqvarna lançou a nova versão do modelo Vitpilen 701, com motor de 693cc com potência máxima de 75 cv, praticamente o mesmo da KTM Duke 690, cujo peso é de 157 kg, além da Svartpilen 701, moto conceito com características da Vitpilen, clinando-se para o off-road com o estilo Café Racer.


A Yamaha  apresentou para o segmento big trail, lea apresentou dois modelos, a T7 700 Ténéré com motor de 80 cavalos, que já havia sido destaque do EICMA do ano passado com um protótipo, além da Super Ténéré Raid Edition, versão para o deserto. Na linha 900, a Tracer 900 e a Tracer 900 GT, com motores três cilindros de 850cc, com novas posições de guidão, banco entre outras.


Na linha naked, a nova MT-09SP, com detalhes similares da MT-10. O triciclo Niken que já havia sido divulgado através de vídeo, com duplo sistema de garfos invertidos em cada lado, que trabalham independente, motor três cilindros de 850cc, rodas de 15 polegadas na dianteira e 17 na traseira, chassi de alumínio, diversos sistemas eletrônicos, como controle de tração, cruise control, modos de pilotagem entre outros.


O tão esperado Salão de Milão, o EICMA, abre suas portas a partir desta terça-feira (07/11) para a imprensa, mas como manda a tradição, a Ducati apresentou suas novidades para o evento antecipadamente, no último domingo (05/11), entre elas a Scrambler 1100, com motor V-Twim de 1078 cilindradas, refrigerado a óleo e ar, a Multistrada 1260, com motor de 1262 cilindradas com entrega de 150 cavalos de potência, e a esperada Panigale V4, com o motor de quatro cilindro da marca italiana com 1103 cilindradas e potência máxima de 214cc, além da nova Panigale 959 Corse e a Monster 821. 


Revivendo sua rica história, a Royal Enfield, líder mundial no segmento de motocicletas de média cilindrada (250cc a 750cc), revelou hoje os dois novos modelos que serão adicionados à sua linha: a Interceptor INT 650 e a Continental GT 650. A primeira com o seu tanque de combustível clássico, em forma de gota, dois assentos acolchoados e um guidão longo e característico, o modelo evidencia o estilo Roadster. O chassi berço de aço - totalmente novo, amortecedores duplos e freios a disco dianteiros e traseiros, com ABS,  a primeira Royal Enfield com seis marchas, sistema especialmente desenvolvido para esta motocicleta. A caixa de câmbio é melhorada pela embreagem Slip/Assist, também inédita em um modelo da marca. Já a segunda mantém as Café Racers como seu personagem central, capacidade do tanque de combustível de 12,5L. O escapamento angulado e os apoios traseiros para os pés proporcionam à máquina um ângulo de inclinação, discos de freio dianteiro e traseiro com ABS. 

Fotos
Honda CB 1000R  
Celestino Flaire Jr.  
Kawasaki Ninja H2 SX  
Celestino Flaire Jr.  
Kawasaki Z900 RS  
Celestino Flaire Jr.  
Kawasaki Ninja 400  
Celestino Flaire Jr.  
BMW K 1600 Grand America  
Celestino Flaire Jr.  
BMW F 750 e 850 GS  
Celestino Flaire Jr.  
KTM 790 Adventure  
Celestino Flaire Jr.  
KTM 790 Duke  
Celestino Flaire Jr.  
KTM 390 Duke  
Celestino Flaire Jr.  
Triumph Tiger 850 XC e XR  
Celestino Flaire Jr.  
Vitpilen 701  
Celestino Flaire Jr.  
Svartpilen 701  
Celestino Flaire Jr.  
Interceptor INT 650  
Celestino Flaire Jr.  
Continental GT 650  
Celestino Flaire Jr.  
Ducati Panigale V4  
Celestino Flaire Jr.  
Ducati Multistrada 1260  
Celestino Flaire Jr.  
Yamaha Niken  
Celestino Flaire Jr.  
Yamaha SUperténéré  
Celestino Flaire Jr.  
Yamaha Tracer 900  
Celestino Flaire Jr.  
Ducati Scrambler 1100  
Celestino Flaire Jr.  

Deixe seu comentário sobre a notícia

Seu nome/apelido:
Seu comentário:
Digite o que você vê na imagem abaixo: *
   

 
Revista Bike Action
Revista Moto Action