Buscar: Em:
Campeonato Brasileiro de Motocross entra na fase final e disputas ficam mais acirradas
 

  Carlos Campano
Yamaha  
03/11/2017

Depois de passar por Cornélio Procópio (PR), São José (SC), Extrema (MG) e Morrinhos (GO), a próxima parada do Campeonato Brasileiro de Motocross 2017 é a cidade de Tupaciguara, nas proximidades de Uberlândia, em Minas Gerais. O município do Triângulo Mineiro recebe a quinta etapa da competição, no dia 5 de novembro. Os pilotos de Honda brigam pelas primeiras posições das duas principais categorias, a MX1 e MX2.


A pista de 1.500 metros de extensão, com obstáculos para muitos saltos, está pronta para receber uma das maiores competições de motocross da América Latina. O evento promete agitar a região mineira e impressionar o público.  


Categoria MX2

Pela MX2, Gustavo Pessoa, da equipe Honda Ipiranga IMS, lidera com 197 pontos. Das oito baterias realizadas nas quatro etapas anteriores, ele venceu sete e ficou em segundo lugar em apenas uma. “Vou focado em fazer duas boas baterias nesta etapa para continuar bem na briga pelo campeonato”, afirma Gustavo.


O segundo colocado na categoria é Fábio dos Santos, com 167 pontos. Pedro Bueno é o terceiro, com 152. O piloto João Ribeiro, também da Honda Ipiranga IMS, é o quarto, com 137 pontos. Frederico Spagnol, da mesma equipe, é o sexto, com 111 pontos. Na décima colocação está Leandro Pará, da Escuderia X, satélite da Honda, com 75 pontos.


Categoria MX1

Pela MX1, o equatoriano Jetro Salazar, da Escuderia X, é vice-líder, com 157 pontos. Apenas cinco a menos do que Carlos Campano, com 162. “Expectativa para a prova é muito boa. Estou focado em vencer as baterias, porque só assim posso sair dessa etapa com a liderança. Estou na briga direta com o Campano até o final. Estou me preparando bem, treinando bastante, tanto fisicamente quanto mentalmente. A moto também está bem acertada”, afirma Jetro.


Dudu Lima é o terceiro, com 129. Na quarta posição está Paulo Alberto, da equipe oficial Honda Racing, com 128 pontos. Do mesmo time, Hector Assunção busca subir no ranking. Atualmente é o sétimo, com 106 pontos. Lucas Dunka, da Escuderia X, é o nono, com 81 pontos.


As duas últimas etapas do Campeonato Brasileiro de Motocross serão em Campo Grande (MS, dia 26 de novembro, e Charqueada/Piracicaba (SP), dia 10 de dezembro.


Classificação do Campeonato Brasileiro de Motocross – MX1

1º Carlos Campano Jimenez – 162 pontos
2º Jetro Salazar – 157 pontos
3º Eduardo Ferreira Lima – 129
4º Paulo Alberto – 128 pontos
5º Jean Ramos – 110 pontos
6º Marcello Ferreira – 104 pontos
7º Hector Assunção – 104 pontos
8º Thales Vilardi – 90 pontos
9º Lucas Dunka – 81 pontos
10º Humberto Martin – 68 pontos


Classificação do Campeonato Brasileiro de Motocross – MX2

1º Gustavo Pessoa – 197 pontos
2º Fábio dos Santos – 167 pontos
3º Pedro Bueno – 152 pontos
4º João Ribeiro – 137 pontos
5º Caio Lopes – 137 pontos
6º Frederico Spagnol – 111 pontos
7º Leonardo de Souza – 86 pontos
8º Leonardo Silva – 81 pontos
9º Paulo Guimarães – 76 pontos
10º Leandro Pará – 75 pontos


Quinta Etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross

Local: Tupaciguara (Minas Gerais)
Parque de Exposição Rômulo Alvim Cunha (Capitu)


Programação do Brasileiro de Motocross

Sábado


08:00 às 08:20 – Vistoria técnica: Todas as Classes

Treinos livres


08:30 às 08:50 – MX3
08:55 às 09:25 – MX2 e MX2JR
09:30 às 10:00 – MX1
10:05 às 10:20 – MX4 e MX5
10:25 às 10:45 – MXJR


Manutenção de pista


Treinos cronometrados


12:00 às 12:20 – MX3
12:25 às 12:55 – MX2 e MX2JR


Manutenção de pista


13:30 às 14:00 – MX1
14:05 às 14:20 – MX4 e MX5
14:25 às 14:45 – MXJR


Provas


15:30 – MX3 – 20 min. + 2 voltas
16:00 – Pódio classe:   MX3


Domingo


08:00 às 08:15 – MX4 e MX5
08:20 às 08:40 – MX2 e MX2JR
08:45 às 09:05 – MX1
09:10 às 09:25 – MXJR


Provas
09:50 – MX4 e MX5 – 15min. + 2 voltas
10:15 – Pódio categorias: MX4 e MX5


Manutenção de pista


11:30 – MX2 e MX2JR – 1ª Bateria – 30 min. + 2 voltas
12:30 – MX1 – 1ª Bateria – 30 min. + 2 voltas
13:20 – MXJR – 20 min. + 2 voltas
13:50 – Pódio categoria: MXJR


Manutenção de pista


14:30 – MX2 e MX2JR – 2ª Bateria – 30min. + 2 voltas
15:10 – Pódio categorias: MX2 e MX2JR
15:30 – MX1 – 2ª Bateria – 30 min. + 2voltas
16:10 – Pódio categoria: MX1

Fotos
Gustavo Pessoa  
Cesar Araujo/Vipcomm  

Deixe seu comentário sobre a notícia

Seu nome/apelido:
Seu comentário:
Digite o que você vê na imagem abaixo: *
   

 
Revista Bike Action
Revista Moto Action